24.4.14

Guia prático para identificação de bairros perigosos antes de entrar neles




São muitos anos a palmilhar as ruas, a identificar perigos, a fugir de cães e a fugir de pessoas que vão a fugir de cães. Até o velho truque dos tempos de puto - se estão dez gajos a vir na minha direcção, vou já desatar a correr e assim, mesmo que não seja nada de mal, já vou lançado.



Já testemunhei assaltos que começaram com “Ouve lá, queres trocar de ténis comigo?” “Eu? Não...”, “Ok, então passa para cá os teus e vais descalço”. Já fui a bairros com “salvo-condutos” dados por amigos, mas também já fui a bairros com um “salve-se quem puder” colado nas costas. Ouvi testemunhos de bairros onde as pizzas não eram entregues porque as motas eram roubadas mal paravam e onde o tráfico de droga era tão comum que quando batiam à porta havia já quem respondesse: "Se é para comprar droga, é no 1º Esquerdo, este é o Direito".

Estas e outras histórias são como as ruas estreitas de certos bairros, nunca se sabe o que vai acontecer a seguir e, a cada curva, o perigo ou a noção do mesmo espreita.



Apesar dos tempos mudarem, as urbanizações crescerem e o que hoje é verdade amanhã é terraplanado para dar lugar a outra empreitada, deixo no entanto importantes dicas sobre como identificar bairros perigosos sem ter necessariamente que entrar neles – analisando a sua nomenclatura.



Sinais de perigo:





Bairros com nomes de animais, em especial aves – Sejam Pica-paus, Mochos, Cabras Cegas ou Cães de Loiça, um bairro com nome de animal não augura nada de bom, tirando confusão e macacada.



Bairros com cores no nome – Sim, o Bairro Azul é bonito em Lisboa, mas em vários sítios Amarelo, Laranja, Preto, Vermelho não são apenas nomes conjugados, podem ser o espelho de que vamos borrar a pintura se nos aventurarmos se as devidas precauções.



Bairros com datas no nome – 13 de Janeiro, 2 de Maio, 31 de Julho ou 5 de Dezembro não são apenas datas que assinalam efemérides, são muitas vezes um alerta sobre como o dia em que lá passarmos vai passar a ser outra data que não esquecemos tão depressa.



Charnecas sobreviventes – É certo que esforços imobiliários têm contribuído para a extinção de Charnecas a torto e a direito mas, onde há uma charneca, há potencial para confusão. O que nos leva ao ponto seguinte.



Bairros que descrevem no nome a topografia do local onde se situam – Falamos portanto de Altos, Colinas, Morros, Pedreiras, Mina, Covas e por aí em diante. O interesse pelo relevo nacional é de louvar, mas será que compensa fazer disso um acidente no nosso percurso?







Nota1: Obviamente, quando um bairro cruza várias destas características, o potencial de perigo pode aumentar exponencialmente.



Nota2: Existem excepções, algumas delas óbvias. O meu conselho, em caso de dúvida, é contornar primeiro e comprovar depois.

Nota3: Falta uma semana de festa.

9 comentários:

  1. O "nosso" truque para enfrentar 10 gajos na nossa direcção era baixar, simular a apertadela de cordões (dizemos cordões e não atacadores) e agarrar numa pedra. Felizmente nunca aconteceu nada porque, olhando a esta distância, o correr é realmente a melhor opção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a pontaria é mais difícil de controlar que a velocidade em corrida...

      Eliminar
  2. Não estou preparada. Acalento esperança que, no mínimo, haja um encore.
    De 6 meses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois de uma tournée por bairros perigosos? ;)

      Eliminar
  3. Então e o Bairro S. João de Deus no Porto insere-se onde?
    E o Bairro do Viso.... entre outros que sendo do Porto não se inserem em nenhuma descrição.... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção, isto é uma base, há todo um mundo por explorar. Por acaso Bairros com nome de santo é algo bastante divisivo. Tanto dá para top, como para poço.

      Eliminar
  4. Muito bom mas... Miratejo entra onde!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miratejo não entra, caro Factos e isto é um conselho :D

      (Faz parte das coisas a rever, bairros que começam por "Mira"...)

      Eliminar
  5. O Mira é o sítio mais seguro do mundo. Word!!!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.