6.4.14

A cena da janela e o desvio padrão



Não tenho tempo para contemplar a janela, pois saio a correr pela porta, mas posso sempre parar trinta segundos e fazer um desvio padrão. Com respeito e à distância, para não pisar a Rosa.

Depois disso, sofre canalha, que mesmo com pontos na sobrancelha vais pagar os quatro dias de repouso.

Uma rua na qual não me lembro de alguma vez ter passado e, depois de a subir, posso dizer que lá deixei muitos nomes que não os que vinham na placa - Rua do Borja. Quando já vens com uns 15kms no bucho, a zona das Necessidades não é para meninos.


2 comentários:

  1. sobreviveste para contar a história ou tinhas agendado a foto? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda estou a sobreviver. A foto não teve direito a agendamento, veio directa do telemóvel ;)

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.