3.2.14

E se eu fosse fazer uma espécie de stand up, a piada morria logo ali?


Quando se fala de stand up comedy, traço geral, existem duas correntes em termos de performers – os “storytellers” e os “one-liners”. Os primeiros, como o nome indica, contam-nos histórias e pelo meio das mesmas vão passando tópicos e piadas. Já os segundos dependem muito mais das chamadas punch lines, é uma sucessão de piadas, que podem ser encadeadas em temas, etc.

Por exemplo, se este blog fosse um performer de stand up, para além de tendencialmente poder não ser lá muito bem sucedido, o seu caminho seria muito mais o de um storyteller. Já o perfil de Facebook do personagem do estaminé, onde se aspira ao piada-sequismo supremo, é muito mais um one-liner show.

E este interlúdio serve para quê? Serve para dizer que, mais uma vez, propuseram-me fazer uma espécie de apresentação em versão stand up – falar sobre um determinado tema numa versão “com piada”. E, tal como da última vez, a minha dúvida subsiste – terei eu alguma piada quando tal é um objectivo escrito na pedra ou a coisa só flui quando é algo natural?
O nariz de palhaço assenta-me bem só quando não está lá posto?

A ver vamos a que conclusão chego. Entretanto, para que isto também pareça um espaço opinativo dinâmico, caso tenham, seria interessante ver quem é a vossa referência de humor em stand up, quer a nível nacional, quer internacional. Aviso já que sou bastante crítico em relação ao mercado nacional, mas muitas vezes por achar que o facto das pessoas quererem acumular o lado de performer e de guionista em versões dois em um nem sempre resulta bem.
Há quem escreva maravilhosamente e ao vivo não se safa e há quem actue lindamente, mas tenha material que podia ser bem melhor...

4 comentários:

  1. A nível internacional:

    Rick Gervais e Jerry Seinfeld

    Local:
    Rui Xará, Cientistas de Pé, Rui Sinel de Cordes e Bruno Nogueira, mas aí gosto mais dos textos do João Quadros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Quadros é um enorme escritor satírico / sniper humorístico, mas em termos de stand up não resulta bem na primeira pessoa :)

      Eliminar
  2. Russell Brand & Ricardo Araújo Pereira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi entrevistas com o Brand em que gosto da postura dele, mas enquanto humorista creio que devo ter algum atrito pessoal que me afasta um bocado da linha de humor que ele explora.

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.