11.2.14

Como vender um carro com (muita) atitude no OLX


Para mim, as compras online são uma das grandes vantagens que a Internet nos proporcionou. E isto é assim não só pela vertente financeira e pela conveniência, como também pela capacidade de nos tornarem vendedores, para além de compradores. E, numa época em que portais como o OLX estão a capitalizar em grande com base no entusiasmo dos negócios online directos, há outra coisa que se destaca – o argumento na base do anúncio.

Podia ficar aqui a teorizar eternamente sobre o rumo das compras online e do facto de, ainda assim, os portugueses ainda serem dos europeus mais desconfiados nessa matéria, mas não é isso que interessa. Interessa assim falar de um dos melhores anúncios que já vi no OLX.


O senhor do anúncio é um campeão de atitude e argumentos sólidos que valem a pena ler. No entanto, se não tiverem pachorra para seguir o link, ficam alguns excertos:




O carro pode não valer o dinheiro, mas o anúncio vale ouro. E tomara eu que existissem mais escritos assim.

10 comentários:

  1. Mak, tu que por profissão tens de intuir pessoas, é raro este tipo de cinismo?

    Eu pergunto porque tenho vindo a aperceber-me que nisto dos blogs poucos dizem o que pensam ou escrevem sobre o que gostam, e que em publicidade então...

    Gostei do anúncio! Obrigada por o mostrares :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, se virmos a publicidade como uma área de meias verdades, em que se puxa sempre só pelo que interessa, o tom irónico/sarcástico não é algo estranho ao meio (se bem que só funciona quando é bem feito).
      No entanto, neste tipo de anúncios estilo OLX, é mais raro ver esta abordagem, que só resulta pelo tom, já que ninguém teria pachorra para ler tanto volume de texto "normal".
      Pode ser um golpe, pode ser genuíno mas, seja como for, está bem feito e merece destaque por isso.

      Em relação aos blogs, são um bocado como canteiros. Cada um planta lá o que quer, alguns é só para fazer bonito, outros é só mato, outros plantam primeiro e pensam depois e há também quem plante coisas com muita substância...

      O problema, a haver algum, é que as pessoas tiram conclusões a partir do que está plantado, sem saber as razões de quem plantou...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Creio que até o Markl já pegou nisso. Vende o carro em dois tempos. Kickstarter é com o escriba de anúncios sarcástico-realistas.

      Eliminar
  3. A minha preferida é: "Escape de rendimento feito à medida, bastante barulhento. A namorada/esposa/mãe vai dar conta se saírem a meio da noite."

    Lindo, ahah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquilo está cheio de pérolas, embora deva confessar que a minha favorita é provavelmente a do carro precisar de atenção mas isso não significar que lhe tenha que dar um nome e falar com ele.

      Eliminar
  4. Eu cá por mim respondia ao anúncio só para marcar um encontro e beber a tal cerveja - esse tipo é nitidamente alguém fascinante com quem se beber cerveja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que não se traduza no épico escritor que é pouco dado ao lado da convivência social, parece-me uma boa ideia :)

      Eliminar
    2. a.i., também acho :D

      Eliminar
  5. Só pode ser irónico porque escreveu "chauffage" e todos nós sabemos que tuga que é tuba diz "sofagem"!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.