29.1.14

Uma nova era no arrombamento de soutiens



Filosofia fofinhas e soutiens são coisas que nem sempre combinam. Aquelas discussões etéreas sobre o que é o amor, sobre o que fazer quando se encontra o amor ou até sobre os melhores locais para amar o amor esbarram muitas vezes em questões práticas e dúvidas pertinentes, às quais os soutiens não são alheios.

Ora os japoneses são um povo sempre atento a coisas práticas que não lembram ao demónio e os soutiens continuam a ser merecedores da sua atenção. Estamos muito para além da questão de, em determinado momento, o homem ser hábil a manusear esse artigo ou do debate sobre se o soutien representa algo mais do que a peça que se nos apresenta à frente.

O que estes amigos japoneses desenvolveram é, ao que tudo indica, um soutien com trinco electrónico que mede o estado de excitação da mulher e, se tudo bater certo, abre por si só quando a coisa está no bom caminho. Coisa que ninguém tinha pensado até agora, deixando nas mãos das mulheres a capacidade de fazerem isso por si, perante parceiros mais inaptos. De forma a ilustrar o poder desta peça, há um vídeo de demonstração...



Realmente, se eu podia ter algumas dúvidas, onde é que elas já vão. Para além dos tipificados vilões masculinos (o Animal, o Técnico-Táctico e o Gabarolas), ficamos a saber que apesar de se distinguir à légua que são umas bestas, ainda vão ter oportunidade de ver as miúdas em soutien numa segunda fase. Pensei que o bom senso iria evitar isso...Depois, levanta-se a dúvida do soutien ser em kevlar ou outro material hardcore, tal a resistência que oferece a marmanjões que não respeitem as regras do amor. Depois de todas as opiniões técnicas de peritos na matéria, verificamos finalmente o poder libertador do amor verdadeiro. Pena que o cavalheiro eleito pareça estar prestes a desfalecer de fome (e é muito parecido com o Técnico-Táctico, haverá alguma moral da história aqui escondida?). O toque final é dado pela aplicação de telemóvel, que indica o índice de excitação, com a mesma precisão que o micro-ondas nos alerta para o facto do frango já estar descongelado.


No entanto, parece que isto é só para encher o olho e o produto não será comercializado. É a marca a piscar o olho e a dizer “Vocês não têm mãozinhas para isto, mas olha se tivessem...”. E isto é uma pena, porque já vai fazendo falta lingerie futurista que ao menos faça updates em redes sociais, ao melhor estilo FourSquare e Instagram...

1 comentário:

  1. E ainda nem deves ter ouvido falar do "Food Porn"... LOL. http://www.youtube.com/watch?v=RZvQarhFz8A

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.