31.1.14

Enchidos e fóruns de opinião pública na TV


Primeiro que tudo é impossível começar qualquer texto onde esteja a palavra enchidos e não referir que, depois do êxito em anos anteriores, a Feira do Fumeiro de Montalegre volta a presentear-nos com um belo presunto em forma de spot.*



Posto isto, em não podendo ir a Montalegre, um dos maiores enchidos da televisão nacional pode ser visto nos formatos de opinião pública em que os ouvintes ligam a debitar sentenças sobre o tema do dia e os comentadores convidados fazem sapateado a tentar que tudo aquilo faça sentido.

Ah, a impressionante riqueza de análise táctica de um engenheiro d Santo António dos Cavaleiros...

Na rádio, a coisa faz sentido, na televisão... é só um tipo de laxante menor face aos programas da manhã e da tarde, onde nunca falta “animação”, “galhofa” e uma constante lavagem ao cérebro com a repetição do número de telefone que as pessoas podem ligar para ganhar uns cobres.

É certo que o taradãoque ligou uma vez a dizer que fazia e acontecia não sei quê à apresentadora do fórum na Sic Notícias ou as chamadas que um personagem criado pelo Jel ligava para os fóruns e tentava enrolar sobre qualquer tema até conseguir puxar a conversa para o Benfica são mais valias de entretenimento mas, num mundo em que toda a gente tem uma opinião e meios para a partilhar, este formato pura e simplesmente tresanda a mofo.

Isto enquanto não estrearem programas de culinária na rádio...


* Nota 1 - Pronunciar "tchouriça" é algo de extremo valor.
* Nota 2 - É curioso ver que há um tendência para a fumeirização a nível mundial.

1 comentário:

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.