27.12.13

Masterchef Junior não é para meninos


Não consigo considerar normal crianças de 10 anos a cozinharem risotto de lagosta como se aquela cena fosse tão normal como estar a jogar à apanhada ou, como se diz em infantil moderno, a passar níveis na consola. Naquela idade estava eu a abrir a cabeça à pedrada a um tipo que não me queria devolver os bonecos que lhe emprestei.

Se nessa altura me falassem em risotto de lagosta eu diria “Quem diz é quem é”.
Já hoje em dia, se me falassem risotto de lagosta eu diria “Quem diz é quem faz”.

Resumindo, continuo igualmente estúpido, mas juntei-lhe um sentido oportunista típico de adultos.

4 comentários:

  1. Aos 33 ainda me custa (às vezes) fazer arroz, quanto mais risotto...

    ResponderEliminar
  2. Não paro de o dizer desde que descobri esse programa!

    ResponderEliminar
  3. eu fiquei abismada quando vi, e mudei de canal o mais depressa que pude. com 10 anos nem sabia ligar o fogão.

    ResponderEliminar
  4. Eu até gosto de ver o Masterchef, mas confesso que não consigo ver este. Para já não acho muita piada a programas com criancinhas, depois aquilo soa-me tudo muito a falso. Alguns concorrentes do Masterchef normal não acertavam com a cozedura de algumas coisas e o smiúdos fazem tudo perfeito. E as apresentações? Serão todos génios? Náaaa, aquilo cheira-me a encenação.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.