7.12.13

Horror na mesa à portuguesa

Um tipo passa uma tarde toda à mesa tendo, a partir de certa altura, de recusar delicadamente novas ofertas de comida por já estar cheio que nem um porco. Obviamente, parte do tempo passado à mesa é a falar sobre...comida.

Finalmente, chega a hora de se levantar e fazer as despedidas. Chega-se à rua, ainda cheio que nem um porco e o ar fresco funciona como um bálsamo, a par de umas passadas para desentorpecer.

O alívio dura breves segundos. Lembro-me que tenho um jantar combinado às oito e meia. A ideia de comer mais causa-me repulsa. Ainda assim, preparo-me para engolir em seco e ir fazer a digestão a jantar.

Não é fácil sobreviver à mesa à portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.