13.11.13

Taxistas e ETs


Uma das melhores teorias para a prova de vida inteligente fora do planeta Terra é o facto de não haver prova nem contacto por parte de qualquer forma de vida inteligente  fora do planeta Terra. Faz sentido, eu se fosse um extraterrestre (mais ainda) também olharia com uma certa desconfiança para este planeta e para a forma como nos comportamos e pensaria duas vezes antes de estacionar o disco voador e descer para dizer olá.

Contudo, em modo epifânico, surgiu-me uma teoria altamente plausível para esse facto: e se as formas de vida inteligentes vindas de outros planetas nunca cá chegaram por estarem a vir de táxi?
Imagino o cenário, Aeroporto Intergaláctico da Via Láctea, filas e filas de ETS de todas as formas e feitios, uma família de feixes de luz de férias, dois ou três grupos de amigos ETS numa forma muito semelhante a tiritas de milho em amena cavaqueira e a fila de táxis voadores não identificados ali ao lado. Uns reclamam “Nunca mais acabam o sistema de teletransporte com ligação ao Aeroporto, isto só mesmo na Via Láctea”, alguém confidencia “Isto é tramóia destes taxistas, não querem perder negócio”.

Os taxistas lá vão deixando os ETs entrar, resmungando contra filas, autoridades e o universo em geral, “É para onde?”, “Vamos ali para a zona dos anéis de Saturno...”, “Só podia...tanto ET a querer ir para Plutão, resmas de ligações para Neptuno e eu ando a fazer as voltinhas dos anéis, enfim...”. Lá arrancam aos solavancos, grupos de ETs colados ao vidro, desesperando para chegar ao seu destino.

Dá-me ideia que aqueles que porventura pedem para vir à Terra despertam nesses taxistas do espaço um sorriso malévolo, se é que a sua estrutura anatómica lhes permite sorrisos. “Papalvos que querem ir até à Terra”, deve ser assim que lhes chamam, antes de os convidarem a entrar e começarem um percurso que vai para além de Orion, Cassiopeia e o diabo a quatro, sempre com o taxímetro a contar.
E assim não chega cá ninguém, estão todos a dar voltas à galáxia vítimas da manha universal da Confederação Intergaláctica Taxista.

Dirá o leitor mais atento “Então, mas na Terra também há taxistas, isso não é prova suficiente da existência de vida extraterrestre?”.

Pode ser mas, como disse no início do texto, mesmo que assim seja continuam a faltar provas de vida inteligente...

2 comentários:

  1. Q: Acreditas que seres inteligentes extraterrestes nos tenham visitado?
    R: Se forem mesmo inteligentes... Não.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.