21.11.13

Às vezes falo através dos ténis

Há dias em que quando vou correr não me apetece ouvir música, nem sequer combinar ir com ninguém. Durante alguns quilómetros, por norma nas voltas maiores, apetece-me ir apenas a ouvir os meus pés. Seja na calçada, na estrada, na terra batida ou passando pelo meio de poças, ervas ou seja lá o que for, deixo que seja o ritmo da minha passada a falar por mim.

A verdade é que, não raras vezes, ele diz mais sobre o meu estado de espírito do que poderia pensar. E vai daí meto conversa com os meus ténis e a coisa fica mais animada do que se fosse apenas a ouvir música. Só tenho pena de uma coisa, tão distraído vou, que nem dou pela paisagem e a conversa chega a ser tão longa que dou por mim e já estou outra vez em casa.

Falam muito os meus ténis e é quase sempre sobre mim.

2 comentários:

  1. Num spin-off de uma famosa frase televisiva: Mak, o que dizem os teus ténis?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também choram, como as pessoas que vão a esse programa mas, na maior parte dos casos, insultam-me pelo transtorno que lhes causo, kms e kms a fio.

      Noutras alturas, debatemos actualidades e introspecções ;)

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.