6.11.13

Ando com um prémio Saramago no bolso






Ando com este livro no bolso e ficou o autor do mesmo com o Prémio Saramago no dito cujo. É bom o timing, que este rapaz sempre me tinha despertado alguma curiosidade e eu sou um tipo da mesma geração que, ainda por cima, sempre gostou de piscar o olho a contos. Quer do ponto de vista de quem deles usufrui, quer de quem lhes dá vida.

A ver vamos se será o princípio de uma bela amizade.

3 comentários:

  1. yah, a minha rua é o meu país?!

    O mundo por mais pequeno que seja será sempre maior do que a rua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso depende da rua de cada um...e acredita que há ruas, especialmente aquelas em que se cresce, que podem ser todo um mundo.

      Eliminar
    2. Ser "um mundo" e ser "o mundo" não é a mesma coisa. Claro que o horizonte de cada um poderá desempenhar um papel no delimite de fronteiras e territórios.

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.