2.11.13

Afinal ainda me falta muito tempo até ser adulto


Não sou eu quem o diz, é este estudo que refere que os homens só entram verdadeiramente na idade adulta por volta dos 54 anos. Falam ali de inseguranças, de compras de casa, de empregos e de queda de cabelo e eu rio-me. Se calhar é um riso inseguro...

Podia tentar fazer aqui uma tese sobre maturidade (embora me favorecesse mais uma dissertação sobre a falta dela) que desmontava isto em 38 segundos e algumas décimas, mas agora não posso. Tenho que ir fazer bonecos de plasticina e jogar às escondidas no recreio, a ver se a idade adulta não me encontra antes de tempo.

Os prazos nestas coisas são como os dos iogurtes – indicativos e quem disser o contrário cheira a chulé. Alguns dos maiores imbecis que conheço são pessoas muito crescidas, têm cartão do clube dos adultos e tudo, mas como seres humanos deixam muito mais a desejar do que gente que conheço cuja idade mental está muito abaixo do que consta no seu BI. E isto é válido para gajos com 20, 30, 40 e por aí em diante.

E se me disserem que esta história tem a ver com as novas gerações, então meus amigos, não tem que ver apenas com homens, porque biologia à parte, os argumentos que ali se apresentam (tirando vá lá, a cena dos carecas) são válidos para homens e mulheres.

Levando a conversa um bocadinho para o lado, a maturidade, que devia ser o foco daquilo a que se chama idade adulta, para mim esta não se mede por ter ou não casa comprada, emprego e carreira definida, estar casado ou solteiro, ter filhos ou nem por isso ou por ter que saber já hoje o que vai ser o meu amanhã. Maturidade passará talvez mais por estar em paz com as minhas escolhas de vida e não assumir que os que fazem escolhas diferentes das minhas estão errados. É pena não haver estudos que comprovem isto, ficaria logo com um ar mais adulto.

Mas isso sou eu, um puto careca de 53 anos, que vive em casa dos pais e faz um part time num bar na praia e ainda recebe uma mesada do pai.

1 comentário:

  1. «Maturidade passará talvez mais por estar em paz com as minhas escolhas de vida e não assumir que os que fazem escolhas diferentes das minhas estão errados.»

    para puto de 53, não está mal ;) e larga lá a plasticina que está na hora do lego :b

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.