11.10.13

Ela disse que SIM!



a)     Quando eu lhe perguntei se também ia para o 4º andar
b)     Falando da aprovação de uma campanha, só que depois disse “Mas”
c)     Quando questionada sobre se achava que eu era parvo
d)     Outro
e)     Disse que sim a outro
f)      Mas acenou com a cabeça que não
g)     Porque queria vidas para o Candy Crush
h)     Sobre o facto de já ter dançado lambada
i)       Sobre o facto de já ter dado uma lambada num gajo
j)       Sobre o facto deste tipo se arriscar a ser um dos gajos da opção i)
k)     E que um dia havíamos de ir correr juntos
l)       Desde que a corrida não fosse numa praia de nudistas
m)    Que já tinha feito nudismo
n)     Mas que nunca tinha sido na praia
o)     Quando lhe perguntei que outro nome se dava ao cartão de um telemóvel
p)     Sobre a vida depois da morte
q)     Sobre morrer ainda em vida
r)      Sobre se queria mudar de tema e deixar de falar em mortes
s)     Porque não gostava da opção Sopas
t)      Desde que eu não dissesse “Simbora”
u)     Mas não sabia que um sim gordo era um “Simara”
v)     Por saber que eu ia acabar por fazer uma piada desta
w)    Apesar de saber que não tinha piada nenhuma
x)     Desde que ficasse incógnita
y)     Até porque nunca tinha ido ao Incógnito
z)     Que era possível fazer um post idiota para criar falsas expectativas de A a Z, com uma temática positiva.

4 comentários:

  1. oooohhh, e eu esperei até à última a ver se ias fazer companhia ao príncipe harry :(

    ResponderEliminar
  2. yah, também eu. grande engodo.
    (se bem que eu decidi quase imediatamente que era a opção b. enfim, algo que justificasse o uso de um "SIM!")

    ResponderEliminar
  3. A opção "o" é particularmente útil em circunstâncias em que a outra parte não está ainda certa se quer assinar o contrato. Qualquer que ele seja :)

    Boa tarde Mak!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.