28.10.13

Dois minutos sobre tristeza


 
(parte da série “dois minutos sobre”)

Dei a mim próprio dois minutos para escrever sobre tristeza, assim na hora, sem tempo nem qualquer estudo ou preparação. E assim pensei em tudo aquilo que me esvazia a alma a ponto de ter que colocar a mão no peito para ver se o coração ainda bate. Mas o problema da tristeza é descobrir isso mesmo, que o coração bate mas tudo à volta está vazio, quando de tristeza profunda se trata. Por isso resolvi encher os trinta segundos que faltam com um pouco de alegria, pois se é certo que tristezas não pagam dívidas e alegrias também não, a carteira pode continuar vazia, mas fica um pouco mais cheio o coração.

2 comentários:

  1. O que é que fizeste?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basicamente, umas linhas em dois minutos sobre a primeira palavra que encontrei numa página de um livro que estava a ler :)

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.