5.8.13

Este eu pagava para ouvir ao vivo

A lista é extensa, de vários género, mas este chateia-me, porque estive a dois passos de o ver no Cool Jazz, mas depois resolvi dar uma de "ah, a ver se combino como deve ser, ah agora já não vai dar, olha já era e eu sou um otário". Não falharei segunda oportunidade.




Enquanto isso, vou-me desforrando como posso em doses regulares gratuitas.

7 comentários:

  1. "como deve ser". Eloquência que chegue?:)

    (depois do post de cima: "...Parte da manhã", não podia deixar passar:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando tem de ser, tem de ser e eu agradeço :)

      (Não sabia, mas devo ter um inconsciente arraçado de castelhano ou então fã do Saramago)

      Eliminar
  2. Era bonito se fosse: "quando tem que ser":)

    Pode ser as duas coisas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, "tem que" e "tem de" já deram tanto wrestling argumentativo à minha volta :D

      Eliminar
  3. E não se aprendeu nada?:)

    "quando tem que ser":)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, a ideia que tenho é que a expressão de necessicade/dever de algo é traduzida com "tem de", coisa que não se adequa tanto ao uso "tem que".

      Nesse sentido, "O que tem de ser" continua a fazer-me sentido.

      Procurando, a coisa também dá pano para mangas:

      http://www.ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=9142

      http://ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=15563

      Eliminar
  4. Pois o ciberduvidas... Eu ainda estou para saber qual a diferença entre "ter que ver" e "ter a ver".

    "o que tem que ser tem muita força", expressar mais necessidade do que isto...:)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.