30.8.13

A Ordem do Mamilo Sangrento



Desiluda-se o adepto de pornografia gore ou o maçon apostado em mudar de loja para algo mais entusiasmante, isto é uma questão desportivo-friccionante. No estaminé desta senhora, abordou-se uma questão importante para o ser masculino entusiasta dascorridas: o efeito nefasto do atrito nos mamilos quando não são tomadas as devidas precauções.

Primeiro, uma parábola: Em tempos, um amigo meu gozou quando referi esta situação e lhe aconselhei os devidos cuidados. Ele tinha passado de corridas curtas, nunca mais de 10kms, para treinos para meia maratona, isto em tempo quente. Admitiu-me apenas uma vez um ardorzinho depois de um treino mais longo, a tomar banho.

Quis o destino que fizéssemos juntos aquela que foi a sua primeira meia maratona. Tendo acabado a prova dois/três minutos antes dele, voltei um pouco atrás para o incentivar na recta da meta e lá o vi chegar. “Caramba, o homem está a suar que nem um animal...aquela tshirt azul clara está em papa..” Conforme ele se aproximou, apercebi-me de algo estranho porque aquilo não era suor, tinha uma cor mais escura – era uma mistura entre sangue e água.

Na altura desdramatizou a coisa, dizendo que tinha sentido o atrito mas não grande dor. Eu disse-lhe para esperar pelo banho. Horas mais tarde, recebi a SMS de dor mais gráfica de sempre. Nunca mais voltou a repetir a brincadeira.

Segundo, os factos à volta da Ordem do Mamilo Sangrento:

- Por experiência e relatos de outros, só a partir dos 10kms é que a coisa tende a ficar perigosa. A distância pode diminuir em caso de equipamento desajustado ou desproporcional.

- Material técnico (dry-fit, etc) ajuda mas não previne em distâncias maiores. Algodão é convite ao mau resultado. Quando o material técnico não é grande coisa, a distância para o atrito começar a fazer efeito por norma reduz.
- Inverno, em tempo de chuva, é pior que Verão. A chuva cola o equipamento ao corpo mais rapidamente e aumenta a fricção, face ao efeito do calor e do suor em épocas mais quentes.

- Pensos ou adesivos vs cremes/vaselina – Embora haja quem opte pelos primeiros com bons resultados, não me deixam muito confiante. O atrito também funciona sobre eles, podem descolar-se, etc. Há quem vá pela vaselina, é das prevenções mais standard, eu safei-me com creme Nivea (outros cremes gordos também resultam) em doses generosas e sem esfregar muito.

- Depois do dano causado, qualquer contacto com água (especialmente corrente) vai ser mais ou menos penoso. Se a coisa tiver chegado ao nível do sangue (que felizmente nunca me aconteceu), é bom evitar os banhos de praia nesse dia ou então preparar-se para sensações de regabofe ao contrário.

E não, isto não é uma raridade, muito gajo que pareça normal pode já ter pertencido a esta Ordem, embora nem sempre goste de o admitir.

6 comentários:

  1. O creme n vai logo deixar uma bela nódoa ainda antes sequer de sair de casa? Testei os pensos e a coisa correu bem em 11km..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, como eu disse há quem se dê bem com os pensos, sem problemas. O meu problema é, como posso estar a correr até 30kms, se o penso me falha, o resto é sempre a raspar...

      No caso do creme Nivea, em tshirts de material de corrida, nunca tive problemas com nódoas, mesmo não espalhando muito. Também nunca foi necessária uma pá de creme, normalmente é uma passagem com um dedo, sem espalhar muito, nem fazer poses sexy ;)

      Eliminar
    2. Vou testar.
      Tb ha dicas para bolhas nos pés? Para n aparecerem e para depois de ja existir em praticamente os dedos todos...

      Eliminar
    3. Bem, eu tenho a sorte de normalmente não fazer bolhas. Um ou outro calo, sim, mas bolhas é raro.

      Vaselina, talco, boas meias, normalmente ajudam a prevenir, mas aqui falo só de acordo mais com o que li...

      http://www.runnersworld.com/injury-prevention-recovery/banishing-blisters?page=single

      Aqui têm algumas soluções básicas para ambas as situações - prevenção e tratamento.

      Eliminar
  2. Eh eh! Quando li o post dessa senhora pensei logo: "o Mak não vai comentar dando as dicas da sua experiência pessoal!??" :)
    Scheimit

    ResponderEliminar
  3. (este texto faz-me «encolher» toda :( isto é bondage puro :b

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.