24.6.13

Ainda acredito na caixa do correio - Posts à pressão #7

Cheguei ainda há pouco a casa e dou por mim com seis cartas na mão. É um ritual, abrir a porta da rua, abrir a caixa do correio e subir as escadas. O problema é que as seis cartas não têm como destinatário pessoas, mas sim clientes, associados, subscritores e entidades que partilham o corpo comigo (bonita e dúbia expressão). No entanto, continuo a abrir a caixa do correio como quem abre um embrulho de um presente que não sabe de antemão o que é. De vez em quando, lá encontro algo que é pessoal, que não ficou nas caixas de comentários, nos emails e nos posts que constituem a mantinha social que usamos para aquecer as nossas relações. E lá continuo eu a abrir religiosamente a caixa do correio.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.