17.6.13

A tua casa é o teu castelo


A tua casa, se tudo correu bem até poderes chamá-la tua, é o teu castelo.
Não o é por teres ameias, um fosso com crocodilos ou até arqueiros nas torres, mas sim por dentro dela poderes ser aquilo que quiseres. Contudo, se efectivamente tiveres alguns dos aspectos que mencionei, desde já te aviso que és uma pessoa com gostos decorativos estranhos.

A tua casa é o teu castelo porque, se não és imprudente a abrir as suas portas, deixando entrar testemunhas de eventos religiosos, vendedores comissionistas, louco ocasionais ou chatos tradicionais, tu controlas as pessoas que entram nessa parte da tua vida.

E se escolheres bem as pessoas que entram no teu castelo, vais ver que não precisas de decorações portentosas, de acepipes de MasterChef, de piscinas, gadgets trendy ou de exacerbar o bom gosto que podes ou não ter para fazeres do teu castelo um sítio bom para se estar.

O teu castelo vai ter crescer ao tamanho da boa disposição, boa conversa e bons momentos que lá viveres com as pessoas que lá deixares entrar. Porque quando não estiver lá ninguém de fora, ele vai ter o tamanho necessário para o sentires como teu, mesmo quando te queixas que ele nunca tem o tamanho suficiente para o que desejarias.

A tua casa é o teu castelo não apenas porque podes ser rei ou rainha. Mas porque, sem dares por isso, podes fazer aqueles que convidas sentirem-se dessa maneira.

7 comentários:

  1. :') Que texto bonito, Mak. A nossa casa é o nosso refúgio.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Mas eu sou assim, uma flor delicada, tenho é a consistência de um tanque por fora, só para enganar as pessoas...

      Eliminar
  3. A minha casa é o meu castelo. E é um castelo bem fixe.

    ResponderEliminar
  4. Gostei TANTO de ler ! É que penso assim também. A Minha casa é o meu Castelo no Ar, e eu nunca me canso de olhar a cor do mundo, lá fora....

    http://acontarvindodoceu.blogspot.pt/2012/10/que-ves-tu-da-tua-janela-d_19.html

    ResponderEliminar
  5. Caro Mak, posts deste calibre haveriam de sair mais perto daquilo dos bilfs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou então mais longe, para não serem confundidos com panfletos de campanha :)

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.