10.5.13

Daqui a 50 anos este post vai valorizar o vosso fim de semana

Acredito que, com a devida distância, é possível transformar uma realidade cinzenta em algo mais.




Por exemplo, imagine-se esta praia com algum glamour dos tempos antigos. Um glamour reforçado pelo preto e branco da fotografia, pelo look retro que só umas quantas décadas lá para trás conferem e pelo facto de eu estar a caprichar no texto para dar essa impressão.

Só que, para quem ainda não reparou, estamos a falar da praia de Algés.

E a humanidade não pode avançar com fé no regresso do glamour à praia de Algés (a ser novamente badalado seria apenas como bom local para o corpo de D.Sebastião ir dar à costa). E quem diz a praia de Algés, diz mais uma porrada de coisas que não vão voltar a ser o que já foram. Mas, no entanto, podemos avançar com fé no facto de que, daqui a 40 ou 50 anos, coisas banais que fazemos no dia a dia, se registadas devidamente, vão parecer ter muito mais glamour do que têm hoje. 

Pelo menos é nisso que acredito, enquanto escrevo este post vestido apenas com bodypainting criativo, para horror, espanto e, um ou outro caso de admiração doentia das várias pessoas que me rodeiam.

3 comentários:

  1. Cá está um ponto de vista em que vale a pena reflectir...
    Tentei, mas só imagino alguém, imaginário(o Mak), vestido apenas com um bodypainting!

    ResponderEliminar
  2. Glória passada my ass, a praia de Algés tem as melhores idosas obesas desdentadas em topless fixadas na areia. Tunga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu passo por lá a correr várias vezes e nunca reparei. Se calhar passo por lá a correr para não reparar.

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.