25.4.13

Cenas que eu gostava realmente de ver e ainda não vi ao vivo



Já tive a oportunidade de ver muitas das bandas que mais gosto ao vivo e, nisto da música, também existe hoje em dia a “sorte” de ir descobrindo concertos em festivais que nos revelam outras bandas que passamos a seguir. Depois, existem ainda as eternas lamentações, sobre coisas que se podia ter visto e não se viu, concertos que se era para ter ido ver e não se foi ou, nos casos mais graves, quando o músico resolve simplesmente bater a bota e não há cá mais concertos para ninguém.

Em relação aos Stone Temple Pilots, já com alguma rodagem, o destino trocou-nos sempre as voltas e nunca nos encontrámos ao vivo. E no entanto, surpreendentemente, o Scott Weiland continua a bater os meus prognóstico e a ganhar rounds às drogas.

Sei que se tiver a oportunidade de os ver hoje, se calhar não será o mesmo que os ver em 1993 ou em 2003 e que inclusive podem já estar a uma certa distância do seu apogeu. Mas, quando o gosto é mais emocional do que racional, a preocupação não são os “ses”, mas sim o “quando”. E, como tal, estes continuam na minha lista a seguir.




O wrestling de anões no México também, só para verem o meu eclectismo.

4 comentários:

  1. Essa é daquelas coisas onde se aplica o "não voltes onde já foste feliz", mesmo que não os tenhas visto. Corres o risco de arrasar com as memórias... A mim ia-me acontecendo isso com o "Conan - O rapaz do futuro"... mal comparando, muito melhor que STP :)

    Passei por isso com Faith No More, Jane's Addiction e ficou-me a lição.

    Quem eu pensava que também tinha morrido era o Jerry Cantrel, mas não... E é isto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em certos casos, concordo - Eu vi Depeche Mode na primeira vez que vieram a portugal, era eu uma criancinha e não quis voltar a ver, para guardar essa memória intacta. O mesmo se aplica ao primeiro de Massive Attack no Pav.Atlântico e o primeiro de Smashing Pumpkins na praça de touros de Cascais.

      Mas, por exemplo, vi Rage Against the Machine com 12 anos de intervalo e, a ter mudado alguma coisa, não foi na banda mas em mim que saí de lá bem mais partido do que na primeira vez :)

      PS - (Eu vi Alice in Chains já só com o Cantrell e novo vocalista e, confirma-se, está morto)

      Eliminar
  2. eu já os vi, não me lembro é onde. foi há alguns anos. ainda deram um concerto do caraças!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, estes já cá vieram e, creio eu, pelo menos duas ou três vezes.

      Eliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.