3.12.12

Sedução cota e uma fatia de sericaia



Cenário: Almoço de confraternização a favor de uma boa causa.
Elementos em jogo: 85% de gente com 50 anos ou mais (desses, mais de 50% teriam mais de 65 anos), eu e alguns elementos que se refugiaram na mesma mesa por não termos placa.
Vim mais tarde a verificar que, fora o staff, era o único cromo masculino com menos de 40 anos.

Cena: Por altura das sobremesas, pelas quais alguns idosos estão dispostos a lutar ferozmente (o que reforça o poder curativo das sobremesas), vejo-me na condição de um mano a mana pela última fatia de sericaia. O meu bom senso faz-me dar primazia à senhora, uma “louraça platinada” maquilhada a rigor na casa dos 60 e muitos. Eis quando se dá o diálogo:

“Tire, tire a fatia minha senhora que eu escolho outra coisa. O que não faltam aqui são coisas boas.”
“Ah pois, eu sei e olhe que eu já disse na minha mesa...”
“Desculpe, disse o quê?”
“Que não havia muitos homens novos, mas que na sua mesa tiveram sorte que ficaram com o mais jeitoso...”
“Ehhhrr...pois, eu se calhar vou ali escolher uma frutinha...”
“Bem bonito, sim senhor e educadinho...”
“Ehhhr...então bom apetite...”
“Oh, oh, então não!”

Foi nessa altura que corri para a mesa e preparei-me para me defender com alguns talheres. A minha sorte é que, pela avaliação dela, a sua visão estava longe de ser perfeita.

À saída, a dois braços de distância, piscou-me o olho. Quero acreditar que era Parkinson mas aproveitei o treino de corrida e saí lançado sem olhar para trás.

5 comentários:

  1. O teu grande erro está aqui:
    Em vez de: "Ehhhrr...pois, eu se calhar vou ali escolher uma frutinha..."
    Deverias ter dito: "Ehhhrr...pois, eu se calhar vou ali escolher uma frutinha fresca..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que ela podia dizer o mesmo... :)

      Eliminar
  2. Run Mak, run for your life!!!! :-DDDDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem sabia que isto de correr iria servir para alguma coisa...

      Eliminar
  3. Fizeste mal. Vai que a velha precisava de alguem com quem partilhar a fortuna...

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.