1.10.12

Little Bastard





Parece que fez ontem anos que este senhor se enfaixou a caminho de se tornar um mito. Cinquenta e sete anos depois, a sua imagem e a sua iconografia perduram e a questão que fica sempre no ar é “Será que se tivesse envelhecido continuaria a ter o estatuto que tem?”.

Provavelmente teria fama e proveito mas, no mundo das vedetas, mortes prematuras e destinos trágicos são uma espécie de filme tornado real a que a nossa necessidade dramática raramente resiste.

Tudo isto para dizer que o verdadeiro teste a que 99,7% da malta que concorre a reality shows devia fazer era: enfiarem-se dentro de uma carrinha com caixa frigorífica e seguirem para o fundo do rio, onde deveriam permanecer um mínimo de vinte anos. Se porventura alcançassem o patamar de ícones perdidos poderiam então voltar ao de cima e reclamar o seu estatuto, com o bónus do regresso milagroso. Caso contrário, ficariam no fundo do rio e fariam apenas um favor à sociedade, a troco de uma poluição mínima.

3 comentários:

  1. E assim nos livrávamo-nos de uma quantidade de monos. Pelo menos durante 20 anos.

    ResponderEliminar
  2. Aproveitavam e levavam consigo as almas iluminadas que proporcionam o tempo de antena a tão susceptíveis seres. Assim como assim limpava-se algum do lixo televisivo que praí anda :)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.