10.9.12

Vou piscar o olho aos filmes de terror


Há muita gente que foge de filmes de terror como de...bem, digamos como de Portugal nesta conjuntura, que me parece um bom exemplo. Seja porque dispensam emoções do género, porque não apreciam banhos de sangue cinematográfico ou porque acham que o sobrenatural, exista ou não, está melhor se estiver quietinho lá ao longe.

Respeito, mas vou por outro caminho. Se a realidade é feita de tanta coisa assustadora e tenebrosa, com a qual temos de lidar todos os dias, porque não tirar duas horas e deixar o nosso imaginário e a nossa adrenalina serem postos à prova só pelo gozo. No limite, estou a fazer um check up cardiológico de forma mais emocionante.

Tudo isto para dizer que, de 12 a 16 de Setembro, decorre em Lisboa o MoteLX, com uma catrefada de filmes de terror do bom, do melhor, do diferente e também do mauzinho. Como já é tradição, contem comigo para passar lá dar uma saltada e apreciar o serviço de quartos.

Se não é uma questão de convicção, mas sim de medo que te afasta disto permita-me que te chame, caro leitor, de mariquinhas pé-de-salsa. Vives em Portugal e tens medo de filmes de terror? Isso não combina...




PS - A música faz toda a diferença, por isso se fores surdo é natural que não tenhas tanto medo.

13 comentários:

  1. Ah eu cá não tenho medo, costumo ir todos os anos, mas tenho um truque: vou rodeada de dois rapazes, que é para ter um braço de cada ladao do assento, onde enganchar as unharras nas partes piores :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma típica solução feminina. Essa e a de arrancar o ombro da sua respectiva cavidade.

      Eliminar
  2. Tens razão. Mas a verdade é que depois de ter visto aquela cena do Hopkins rasgar a barriga do Giancarlo Gianini com as miudezas deste a cairem a rua e a comer os miolos do Liotta com este ainda vivo, e quase vomitando a fila da frente toda, prefiro abster-me de ver desses filmes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção, isso não é bem terror, embora tenha algo de gore. Há sempre disponível outro tipo de terror no menu, mas só se recomenda a estômagos fortes.

      Eliminar
  3. Eu não posso ver filmes de terror.
    Eu sou aquela triste pessoa que solta guinchos nas partes assustadoras.
    Sim, é triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é triste. É pitoresco, faz uma boa parelha com uma jovem que conheço que não vê filmes de terror porque estes a fazem dizer palavrões em voz alta.

      Eliminar
  4. É coisinha para se ver quando o rei faz anos quase por engano. Não me encanta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém vê filmes de terror por engano :), mas se não é a gosto nem vale a pena lá ir.

      Eliminar
  5. Gosto imenso de filmes de terror. Se não fosse tão longe, ia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sorte é que há sempre um filme de terror ao virar da esquina. No cinema, espera-se...

      Eliminar
    2. :) O próximo que espero com ansiedade é o Sinister.

      Eliminar
  6. "porque não tirar duas horas e deixar o nosso imaginário e a nossa adrenalina ser posta à prova só pelo gozo", mas quais duas horas? Eu depois não consigo dormir nessa noite :|

    ResponderEliminar
  7. E não conseguir dormir tranquila nos próximos quinze dias???
    Não, obrigada!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.