21.9.12

Corrida Fashion - Eu hoje fui correr assim


Eu hoje fui correr assim – Corrida Fashion

Não é novidade que correr está na moda, gostava até de dizer que tinha sido um trend setter na matéria mas isso não seria verdade. Diariamente sou ultrapassado por malta da velha guarda que já corre há mais tempo do que eu tenho de idade, embora para eles o conceito de moda seja uma coisa muito relativa.

Por isso, dispensando o debate sobre porque corre agora tanta gente e porque é que as marcas estão a fazer da corrida uma coisa épica, onde podes reencontrar a tua alma e a tua capacidade de te superares, vamos apenas ao apontamento de moda em corrida.


T-shirt Caganeirosa



É certo e sabido que em cada prova todo o atleta ganha a sua tshirt “técnica” como eles gostam de chamar e que na verdade, para além da tão falada tecnologia, se resume a um tecido sintético que deixa transpirar melhor e seca mais rapidamente a sovacada. Com o avolumar de provas, convém ir buscar a tshirt que mais efeito cause, para se distinguir dos 50mil que têm a tshirt da Ponte 25 de Abril (a diferença entre quem faz a mini e a meia está no facto da primeira ser de algodão, boa portanto para ir ao pão ou pôr o lixo lá abaixo).

A de conclusão da Maratona de Lisboa constitui então uma boa escolha, fará parte de uma clara minoria, embora a inteligência dos organizadores em fazê-la de cor preta a torne ideal para quem goste de assar em corrida ou para quem queira madrugar. Não é tão recomendável à noite, pois gente que veste de preto e passa a correr por outras pessoas corre o risco de ser tomada por assaltante.


Calça / Calção Inventivo

Quando comecei a correr, desprezava a lycra e cuspia na ideia de tão abichanado material. Depois tive de cuspir nas pernas para aliviar a tendência para assaduras em longas distância e foi então que superei o preconceito e agora somos grandes amigos. Já os atletas old school preferem uma espécie de calçonito curto, rasgado na lateral, ao nível da sunga larga, mas ainda não cheguei a esse patamar. Depois, é a vossa imaginação, estilo ou falta deles a ditar o resto, que pode ir desde o clássico modelo em preto (curto, corsário ou calça) até este tipo de habilidades...




Ténis (não há patrocínio, não há foto)

O que a bolsa ditar é que é a lei. Existem bons ténis para correr à volta de 50€, normalmente de colecções mais antigas das principais marcas (Asics, Mizuno, Nike e por aí em diante). “Ah, consigo arranjar mais barato” oiço eu e não tenho dúvidas que sim, a diferença está na durabilidade, distâncias que se correm e regularidade com que se faz. Se for para correr 5kms por semana, não vai fazer grande mossa, mas mais do que isso... Caso a carteira não esteja em dieta também há ténis até 130 / 150€, muito bonitos, muito trendy e também de qualidade. A questão aqui é se estiverem à espera que os ténis corram por vocês e não se cansem, esqueçam, vai dar ao mesmo, com a diferença que ficam melhor enquadrados na fotografia.

Posso dizer que uso Mizuno, mas também já corri com Nike, apesar de gostar mais dos primeiros. O teste que fazem nas Sportzones, na zona da Nike sobre o tipo de pé que temos (inclinação, pronação, etc) é interessante, mas visto que é da Nike eles depois recomendam apenas ténis da marca. O ideal é fazer o teste sem compromissos e depois ver na net, consoante os resultados, tipos de modelos indicados.




Se quiserem saber mais, terei todo o gosto em falar por experiência própria de temáticas como “Boxers vs. Slips – A importância da palavra trilhar”, “A confraria do mamilo sangrento” ou “Boné – Não fiques a apanhá-los”. 
Há todo um mundo à volta disto e eu ando a correr com ele.

3 comentários:

  1. Desilusão quanto à foto dos calções. Se puseste uma da peitaça envolta na t-shirt porque não das pernas envoltas nesses calções de lycra?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque estes não são meus, é um artigo vintage...

      Eliminar
  2. Eu até gostava de gostar de correr, mas simplesmente não consigo.
    A corrida é uma cena que a mim não me assiste.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.