17.7.12

Partículas de um deus hipster


A partícula de Deus, diziam eles. Esboçou um sorriso, algo contido, só ele sabia porquê. Fascinavam-no todos estes anos de pesquisas persistentes e extenuantes, porque, para ele, não passavam de uma vã tentativa de chegar àquilo que nunca ninguém haveria de chegar. Não no que dele dependesse.
Quem precisava de partículas de Deus, quando tinha um vinil de originais do Bob Dylan, seu desde aquela aposta sobre o agrimensor de Kafka. Se Deus fosse hipster, como ele teria rezado para que fosse, se a religião não fosse algo tão mainstream, certamente faria da sua partícula tudo menos algo alarvemente glorioso.

Thanks girl 


 100 palavras : 2 pessoas = Duetos improváveis plenos de falta de sentido.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.