11.7.12

Equação medicinal

Tenho a clara impressão que, em média, existem mais veterinários a gostar de animais do que médicos a gostar de pessoas.

7 comentários:

  1. Tenho a clara impressão que, em média, tens toda a razão.

    ResponderEliminar
  2. Faz sentido, uma vez que eu tenho a clara impressão que, em média, existem mais animais queridos e fofinhos e merecedores de atenção e carinho do que pessoas.

    ResponderEliminar
  3. Tenho a clara impressão de que, em média, se calhar conheces poucos médicos (ou então tens tido azar) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço vários médicos, médicos espectaculares, exemplos de dedicação e conheço outros que, mesmo não sendo tão afáveis, são profissionais de primeira. Aliás, não é o profissionalismo que está em causa.

      O "gostar" é um verbo lixado, é vago e implica muita coisa. Por isso é natural e compreensível que surja quem discorde do que eu disse.

      No entanto, mantenho e isto, mais do que um "ataque" à classe médica é um elogio aos veterinários. E sim, também conheço nestes últimos pessoas sem grandes skills humanos.

      Eliminar
  4. Tenho a clara impressão de que isso é uma espécie de censura à greve dos médicos, e eu, que raramente concordo com os motivos que levam à maioria das greves em Portugal, por acaso até concordo com os desta greve específica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada de censura às greves, era um pensamento genérico e não virado para a actualidade portuguesa.

      Eliminar
  5. O problema de dizermos alguma coisa é que haverá sempre alguém para interpretar o que dizemos. Mas nossa responsabilidade pelo que dizemos termina onde a compreensão dos outros começa. São coisas diferentes. Como tenho o costume de analisar tudo descontextualizado, (o que é sempre uma chatice para quem pretenda sociabilizar), acho que o problema é que nós precisamos mais de médicos do que de veterinários (para nossa própria sobrevivência enquanto humanos, entenda-se) daí que as nossas expectativas se gorem mais frequentemente/facilmente naqueles do que nestes.

    A vontade que tenho de acreditar na tua afirmação é que é inexplicável...

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.