6.6.12

Gostas do meu corpo?

Aviso: Não se trata de um qualquer post introspectivo ou da exibição de uma foto delico-teaser-pseudo-glamourosa aqui do artista com pormenores da sua anatomia. Já basta penalizar as pessoas por via da escrita...


Era apenas com esta deliciosa frase que um amigo e ex-colega meu gostava de dar algum alento a dias mais parados no estaminé profissional, ligando ao calhas para uma extensão interna, dando-lhe por vezes o toque de requinte de o fazer a arfar, desligando poucos segundos depois.

Rapaz avisado mantinha no entanto uma lista das extensões a evitar por perto (altas chefias, psicopatas quase certos, gente com risco cardíaco) e bloqueava a origem da sua extensão.

Sentado ao lado dele, o que eu me divertia com isso. Hoje em dia, praticamente criei um franchise dessa brincadeira e inclusive já fui alvo da mesma no meu actual local de trabalho. Quero dizer, eu espero que aquela chamada fosse uma brincadeira...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.