20.4.12

E porque hoje é sexta feira à noite vou tirar o bigode da garagem...

(isto de fazer títulos com reticências é aliciante. Durante três pontos consigo criar a expectativa de que tenho algo interessante para dizer, antes da desilusão total)

É altura de puxar o lustro ao bigode, depilar os pelos do peito e mostrar o distinto charme da violência, se a ocasião se proporcionar. Estilo este senhor, mas sem ser no Martim Moniz.




PS – Isto é só bazófia, na verdade encaminho-me para um serão de uma espécie de trivial pursuit glorificado, no ginásio de uma colectividade da capital. Tem tanto charme como retirar sujidade das unhas com os cantos de uma folha de papel, mas é igualmente divertido de observar.

3 comentários:

  1. Para quê retirar a sujidade das unhas? :|

    ResponderEliminar
  2. É como podar árvores. Há que dar origem a novos ciclos...

    ResponderEliminar
  3. E então? Já é Domingo e ainda não há mais nada escrito? Ainda não despiste o bigode?
    Desculpa lá mas é sempre um prazer ler-te.
    (e que isto não pareça mal!)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.