27.3.12

O filme é bem melhor que o blog

Está na hora de pagar uma dívida.
Ao longo dos anos, muita gente tem vindo cá parar parar por causa do nome do filme que lhe é homónimo. No entanto poucos devem ser os que viram o filme por causa do blog, esperando eu que a razão principal para isso seja o facto de já o terem visto.

Assim sendo, nem que seja por descargo de consciência, eis 50 das 10 mil razões porque vale a pena ver O bom, o mau e o vilão.

E sim, é um western.
E não, não tem um enredo romântico.
E sim, é extenso.
E não, o Clint Eastwood nem sempre foi velho.
E sim, o Morricone merece vénias. Por isto e por muito mais.
E não, não levo a mal se não gostarem. Tanto do blog como do filme.


O nome do blog foi inicialmente apenas um curioso paralelismo que deu jeito mas, à medida que o tempo passa, cada vez me faz mais sentido que assim seja e eu um dia explico porquê. No entretanto, todos os dias aumenta a minha dívida para com o Sr.Leone.

Quem diria que, tendo eu um certo gostinho pela originalidade, iria manter durante tanto tempo um tasco virtual com o nome rapinado a obra alheia.

6 comentários:

  1. Toda a gente rouba alguma coisa.

    Morricone é mestre.

    ResponderEliminar
  2. O Morricone só por si, vale o filme. Aliás, o homem tem um dom para bandas sonoras excepcionais. A do Era uma vez na América é qualquer coisa.
    Quanto ao facto de o titulo do blog ter sido surripiado do filme, se servir de consiolo (embora não tenha lido no post, sinal de arrependimento), eu também já gamei umas maçãs.

    ResponderEliminar
  3. No link do post, tem um com o Morricone a conduzir uma orquestra no Ecstasy of Gold que é um luxo.

    Nada de arrependimentos, a questão é ser um fraco resultado de busca para quem cá vem parar pelo filme. Não gosto é de desiludir ninguém sem ser de propósito :)

    ResponderEliminar
  4. Estou como tu. Hesitei muito antes de nomear o meu sitiozinho da forma megalómana que se vê, porque, enfim... tira partido da uma fama que não é minha, a não ser aparentemente. Embirro com coisas pouco originais por princípio, mas olha, acabou por se entranhar e agora até gosto.

    Agora o teu filme nunca vi.

    ResponderEliminar
  5. Sim, há muitos motivos para gostar deste filme (eu e tu sabemos bem esta missa). Um deles, e a propósito do banho, é este:

    [Tuco is in a bubble bath. The One Armed Man enters the room]

    One Armed Man: I've been looking for you for 8 months. Whenever I should have had a gun in my right hand, I thought of you. Now I find you in exactly the position that suits me. I had lots of time to learn to shoot with my left.

    [Tuco kills him with the gun he has hidden in the foam]

    Tuco: When you have to shoot, shoot. Don't talk.

    ResponderEliminar
  6. @ Alexandra, no tempo do teu quase homónimo inspirador não havia internet, senão certamente era ele quem te seguiria a ti.
    Quanto ao filme, é melhor do que o Colin Farrell a fazer de Alexandre, mas também é grande ;)


    @Pulha - Vêa minha foto de perfil no blogger e perceberás que partilho o carinho por essa cena :)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.