8.1.12

Competitividade no estendal

Assiste-me uma noção estranha de competitividade que me leva a ter algum gozo ao picar-me com a vizinha do prédio ao lado para ver quem estende uma máquina de roupa primeiro.

Assiste-me também um certo desconforto ao pensar que o facto da senhora já ir para lá dos 70 anos se poder estar a despachar à pressa devido ao ar frenético e tresloucado com que levo a tarefa a cabo.

8 comentários:

  1. Deixa adivinhar, ela ganha sempre.

    ResponderEliminar
  2. Ela é constante e pouco dada a acelerações, possivelmente devido a efeitos secundários de tromboses e artroses.

    O meu processo é mais caótico, mas ainda assim capaz de momentos de belo efeito e acelerações desconcertantes.

    É taco a taco, mas levo vantagem. Tirando quando ela estende roupa interior, porque nesse caso eu não olho para não ter pesadelos.

    ResponderEliminar
  3. Parece-me uma competição de algum risco.

    Aqui as velhinhas estendem religiosamente por categorias.
    calça-calça-calça-camisa-camisa-camisa-camisa-pijama-pijama-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-cueca-soutien-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-peúga-camisola-camisola.
    Acho adorável. E um bocado medonho que raramente usem soutien.

    ResponderEliminar
  4. Poderá não ser tanto a questão de não usarem, mas mais a questão de não trocarem de soutien... O meu problema é sempre diferenciar-lhes as cintas dos lençóis

    ResponderEliminar
  5. Confessa, a velhota dá-te uma coça, certo?

    ResponderEliminar
  6. Pipoca - Só se eu estender só com a mão direita, que nós os esquerdinos somos dados a acidentes de percurso, mas não ao ponto de ser aviado por uma idosa com artroses.

    ResponderEliminar
  7. Muda de molas, vais ver que a tua performance melhora.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.