12.8.11

Esta mulher sussurra-me ao ouvido todos os dias


E todos os dias eu tenho vontade de ir para cima dela com uma ceifeira debulhadora...

12 comentários:

  1. sou adepto de uma boa pistola de pregos.

    ResponderEliminar
  2. Olha, eu nunca a vi mais gorda.. ou melhor, nunca a ouvi sussurrar-me ao ouvido!
    Lucky me! ;)

    Bom fim de semana :)

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Acontece a quem visita demasiados sites na intermete ;)

    @ Du - Qt mais soluções criativas, melhor...

    ResponderEliminar
  5. Algumas pessoas deviam chamar a morte a si mais cedo. Esta é uma delas.

    ResponderEliminar
  6. Mutilem-na com uma máquina de podar.

    ResponderEliminar
  7. Apesar das opções que te foram sugeridas, "ceifeira debuhadora" está muito bem esgalhado.

    Também não sei quem é a peça, mas irrita ao 1o segundo.

    ResponderEliminar
  8. Ó pessoal, credo... é só violência!!

    Vou armar-me numa de "Diácono Remédios e dizer «não havia nexexidade»!
    Por precisamente porque "por dá cá aquela palha" se mata e esfola é se se vê todos os dias só desgraças na televisão!

    Tenho saudades do tempo do "Peace and love".
    Vamos (que é como quem diz, cada um com o(a) seu/sua parceiro(a)) no fim de semana dar umas beijocas... boa?

    ResponderEliminar
  9. Cara Orquídea, até ver é tudo sentido figurado, porque se eu fosse para cima dela com uma ceifeira debulhadora só iria estragar o meu computador, já que ela vive tranquila e segura dentro de um banner, a partir do qual tenta enganar pessoas levando-as a pensar que vão ganhar um iPhone...

    :)

    Por norma não utilizo a violência como meio de expressão, embora por vezes me expresse de forma violenta.

    ResponderEliminar
  10. É de facto irritante, mas é bom que seja, sempre se pode comentar (brincar).

    ResponderEliminar
  11. Odeio-a. Já respondi uma vez errado e tudo, para ver se a calava :p

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.