7.8.11

Coisas que já não vou fazer no próximo fim de semana

Já houve quem um dia me chamasse visionário e, mesmo que todas as outras pessoas presentes nesse dia digam que o que me chamaram foi “otário”, eu ouvi visionário e ponto final. Prova dessa minha característica está um sem número de eventos que decidi que tivessem lugar já este fim de semana para não perturbarem os três dias de regabofe da próxima semana.

Incluem-se no lote dos referidos eventos:

Estampar parcialmente o carro na 6ª ao fim do dia, só para poder pôr em prática um truque que uma vez vi no MacGyver em que ele atou um pára choques a uma corda e segurou-o com os dentes só para impressionar um terrorista amblíope. Como não confio na minha dentição, optei por fazer o mesmo no limpa-vidros.

Ir jantar fora para me refazer do acidente e acabar por me juntar um grupo que gastou para cima de duas centenas de “aéreos” só em álcool. Lamentavelmente, a grande maioria foi numa deveras abichanada sangria.

Dormir 5 horas para depois ir fazer figura de urso em duas ou três avenidas movimentadas em Lisboa. Como se trata de um projecto secreto, teria que me matar a mim mesmo se revelasse o segredo e na terça já tenho pedicure marcada, por isso não me dá jeito. Pequena nota adicional: Uma senhora perguntou “É para a televisão?” e não apreciou devidamente a resposta “Não, é para a droga”.

Decidir deixar de fazer figura de parvo, pelo menos de forma tão evidente e mostrar que o pequeno trolha que vive dentro de mim também merece liberdade. Vai daí, toca de mostrar que na arte da pintura de tectos e sancas, este menino era capaz de pôr a Cristina a pensar duas vezes antes de entregar o trabalho da sua capela ao outro badameco italiano.

Bónus desta actividade toda: aprender termos como “selante aquoso”, “acabamento em meia esquadria” ou “betume acrílico”.

Ónus da mesma actividade: dois dias disto = ficar meio feito num molho de brócolos, tirando os dedos que continuam a teclar mais rápido do que o ritmo cerebral alcança.

2 comentários:

  1. Tira-lhe o "o" no início da última palavra e o teu comment fica no ponto.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.