8.4.11

O menino da cidade

O menino da cidade andou numa escola primária a cinco minutos da sua casa. Ocasionalmente, no regresso da escola, o menino punha pedras na linha do eléctrico, não para o descarrilar, mas sim para as ver reduzidas a pó.

O menino da cidade andou numa escola preparatória a 15 minutos a pé da sua casa. Ocasionalmente, no regresso da escola, o menino e uns amigos gostavam de tocar às campaínhas dos prédios.

O menino da cidade andou numa escola secundária a menos de 10 minutos a pé de sua casa. Ocasionalmente, o menino tomava a opção saudável de reduzir no almoço para investir o dinheiro num salão de jogos.

O menino da cidade andou numa universidade a 15 minutos a pé de sua casa. Ocasionalmente, não ia dormir a casa depois de festas, justificando-se com o facto de ter “amigos” que moravam a cinco minutos minutos a pé da faculdade e ser mais fácil assim ir às aulas no dia a seguir.

O menino da cidade, quando saiu da casa parental, alugou uma casa....na cidade. O destino favoreceu conjungando o seu novo local de trabalho a vinte minutos a pé de sua casa.

O menino da cidade tornou-se recentemente proprietário de uma casa na...cidade. Para além de todas as outras vantagens, isso permite-lhe continuar a ir a pé para o trabalho quando lhe apetece e trocar saudáveis galhardetes com os meninos da periferia e arredores.

No entanto, o menino da cidade viu-se na contingência de fazer obras na sua casa...da cidade. Pela primeira vez na sua vida, durante três meses, o menino da cidade anda mascarado de menino dos subúrbios. Encara isso como uma experiência interessante, se bem que temporária, encaixando bem os galhardetes saudáveis que os meninos dos subúrbios lhe têm mandado.

O menino da cidade entitula-se assim figurativamente e, fruto da musculatura que desenvolveu nas pernas de tanto caminhar para escolas e afins, pontapeará no traseiro com alguma veemência as pessoas que lhe chamarem menino e não tiverem mais de 60 anos.

3 comentários:

  1. Aqui a menina da cidade está solidária! ;-)

    ResponderEliminar
  2. um convite http://lmmgarcia.wordpress.com/2011/04/08/sexo-mentiras-e-fmi/

    ResponderEliminar
  3. Um convite http://lmmgarcia.wordpress.com/2011/04/08/sexo-mentiras-e-fmi/

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.