22.3.11

Crises entre pessoas e blogs – Tu já não te ligas

Quando eu era mais novo, e é preciso não esquecer que ontem eu era mais novo do que sou hoje, visitava blogs com mais frequência. Uns por acaso, outros por regularidade e até alguns por afinidade, deixando aqui e ali comentários idiotas que são genuinamente típicos da minha idiotice itinerante.

Entretanto, parte da minha escrita casou-se com outros projectos que não os blogs e este tasco foi o primeiro a ressentir-se disso. A ausência que primeiro se estranha e depois não se transforma em cliché de Pessoa (embrulha lá esta Nando), deu origens a crises de choro do Blogger, a temas intermitentes que nunca chegam a lado nenhum e a um contentamento sofrido em visitas regulares, apesar de mais espaçadas, que não chegam para matar a ansiedade do blog expectante.

O problema não és tu, sou eu, repetia eu a um blog altivo, que se recusava a ver a verdade das coisas. Eu era o mesmo, as circunstâncias é que eram outras mas, o que era apenas uma verdade mundana, rapidamente se transforma em suspiros magoados de “quando perguntarem por ti, vou ficar calado sem dizer nada”.

Essa amargura recalcada passa depois ao azedume mordaz “As pessoas já não comentam...Também já não vamos a lado nenhum juntos, é o que é”. Aqui e ali, bloggers preocupados e outros interessados vão perguntando: “Mas, está tudo bem entre vocês? Passa-se alguma coisa? Precisam de ajuda?”.

A verdade é que eles não podem ajudar porque um blog tem que aprender o seu papel na vida do deu autor e a pressão exterior nada resolve. Terapia de blogs é um bom passo, para o entendimento ideal do espaço de cada um, mas também pode indicar que estão pura e simplesmente a bater mal da pinha, se ainda levam isto a sério.

Da minha parte, asseguro-vos – eu e o meu blog entrámos numa nova fase da nossa relação. Ele vai deixando que outras pessoas o conheçam e o tempo que estamos juntos é suficiente para as coisas funcionarem bem. Se bem que às vezes ele ainda reclama que eu escrevo coisas como esta só para o envergonhar à frente dos outros.

4 comentários:

  1. Os blogs exigem muito de nós, e quando nos damos conta disso, já deixamos "n" coisas para trás. É uma relação quase doentia, viciosa, temos que encontrar um certo equilibrio, ou não respiramos ar puro!!..

    Gosto da tua escrita, só porque sim!!..

    Beijokas

    ResponderEliminar
  2. um convite ao desabafo
    http://lmmgarcia.wordpress.com/category/10abafuz/

    ResponderEliminar
  3. Deixar de postar.

    Percebi que assim ando mais motivado.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.