2.11.10

T de Trabalhar para os bonecos

Então, três dias de ripanço e não dizes nada meu magarefe?

Se é para estarem com essa atitude, de facto não devia dizer, até porque estive a trabalhar para alguns de vocês. É que, com esta brincadeirinha de postais para as crianças, apesar de não ter tido o trabalho de os pintar com a boca ou com os pés, ainda assim deu trabalho e, não fosse eu tão fluente a dizer imbecilidades, poderia ter mesmo ficado a cheirar a sovaco de tanto postal escrever.

Mas, porque tenho a plena consciência que vivemos num mundo de gente ruim, sem coração ou que já o teve de devolver por não pagar as prestações de bondade e tolerância para com o próximo, deixem já poupar-vos algum trabalho, uma vez que os postais físicos seguem hoje pelo correio, quer para Portugal quer para o “estrangeiro”.

Evitei ao máximo escolher postais foleiros, até por isso qualquer um consegue arranjar. Concentrei-me nos muito foleiros, nos reles e nos “Epá, este já está aqui há anos e ninguém lhe pega”. A letra está longe de ser bonita (Correcção: está muito longe e o facto de estar em maiúsculas para ser perceptível também não ajuda, mas evita ir um postal com legendas). E o assunto...bem, o assunto é sem dúvida alguma, um assunto e pouco mais há a dizer sobre isso.

Acima de tudo, não espero que se divirtam à custa destes postais. Seria injusto se o fizessem, porque eu não lhes achei gracinha nenhuma. Pronto, vá lá, achei graça a uma coisa – o facto de eu ser parvo o suficiente para me lembrar de coisas destas.




PS – Os postais virtuais estão prestes a seguir o seu caminho, mas optei por inverter a lógica do mundo em que vivemos e dar prioridade às coisas físicas sobre as virtuais.

6 comentários:

  1. Pois que esta "boneca" já esteve para vir aqui insurgir-se contra a ausência do prometido postal,folgo em saber que não passou três dias de papo para o ar(era o que mais faltava!!!),mas sim num árduo trabalho.
    Não se preocupe, não faço tenção absolutamente nenhuma de me divertir,pelo contrário, irei ficar deprimida e tenho já agendada uma crise de choro e nervos.
    A única coisa que me dá e dará alento é saber que o dito postal versa um assunto sobre um assunto.

    Maria Amaral

    ResponderEliminar
  2. Ah, finalmente! A minha caixa de correio vai receber qualquer coisa que não tenha um código multibanco para o pagamento. Ou não...

    ResponderEliminar
  3. Iupiii!!

    I'll be anxiously waiting :p

    Ana

    ResponderEliminar
  4. Também quero! Não estava cá!
    Que parvoíce era preciso fazer?
    Calhou-me chigose na verificação de palavras, serve?

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.