12.11.10

Discografia Trolha

Quiseram os deuses do Olímpia que eu crescesse entre discos, malfeitores e na vizinhança de uma estátua de cera do António Calvário (mais tarde vim a saber que não era uma estátua, mas sim o próprio do senhor).

Daí que tenha ficado para sempre em mim uma ligação ao universo do crime musical. E, quando se fala em crime, música e sons que não só nos ficam nos ouvidos como ainda nos roubam a carteira, é impossível não falar em António & Os Andaimes.

É impossível esquecer o tempo em que iamos juntos para perto do rio atirar pedras, não à água, mas sim aos idosos que gostavam de pescar por ali ou das vezes em que fomos cantar as Janeiras munidos apenas da vossa voz e um cutelo de cozinha e as pessoas nos davam alguns trocos, apesar de estarmos em Agosto.

É também impossível esquecer o convite que me fizeram para ser uma espécie de manager da banda. Especialmente porque esse convite não aconteceu. Mas estou convicto que irá aparecer, bastando para isso um aperto de mão, nem que seja ao pescoço deles.

Entretanto fiquem com esta malha, que esta rapaziada tem....bem tem seja lá o que for, desde que não seja deles.


4 comentários:

  1. è certo que o primeiro concerto será no próximo Natal dos Hospitais. Não sabemos se do lado do palco ou do lado dos enfermos.

    ResponderEliminar
  2. Curioso, pensava que isso se ia passar assim, mas no Natal das Prisões...

    ResponderEliminar
  3. Muito bom carago!! A um gajo que ta no degredo da imigracao(nao emigra,atentai) nao chega muita coisa deste calibre!!

    ResponderEliminar
  4. É a chamada reserva nacional...

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.