2.8.10

Sei onde estiveste numa porrada de sítios no passado

Quando um gajo se lembra que, em tempos, já esteve em plena Discoteca Lido na Amadora a ouvir o Doutor Albano ao vivo, não se recordando muito bem como lá parar e, acima de tudo, como saiu de lá, há um pensamento que vem à tona:

"Jovem, imagina se te tivesses metido nas drogas..."

7 comentários:

  1. melhor sorte pra proxima...

    ResponderEliminar
  2. caro Mak,
    a palavra de ordem é 'homegrown'. e, pense comigo, antes drogado que evangélico.

    ResponderEliminar
  3. Epá... há coisas da nossa vida que deveriam ser ocultadas...

    ResponderEliminar
  4. Eu quando me melmbro de sítios onde já estive bebo para me esquecer...tem resultado

    ResponderEliminar
  5. Tenho uma história parecida, mas envolve acordar perto de um palco na festa católica da vila que me viu nascer, recordando-me ao longe do espectáculo de dança jazz que tinha efectuado na noite anterior para uma míriade de senhores e senhoras sub-80, ostentando um fato de cowboy.

    (o mais tenebroso é que isto é verídico)

    ResponderEliminar
  6. Isto aqui também e verídico, assim como o facto de eu fazer parte das três únicas pessoas branquinhas como a cal que estavam no meio da plateia.

    Mas vivo para contar a história, nem que seja com evidentes danos mentais.

    ResponderEliminar
  7. e dançavas com a pinta do dueto?

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.