25.8.10

Palavras que nos animam o dia

Por vezes, acordamos e não nos sentimos em grande forma. Gostávamos de dormir um bocadinho mais, de não ter que ir fazer isto ou aquilo e acabamos por andar um bocado à deriva.

Sem sabermos bem como ou porquê, precisamos de encontrar a pessoa certa, na altura certa para que, com apenas uma ou duas palavras, essa pessoa faça com que tudo entre nos eixos novamente.

Foi assim que nos conhecemos hoje. Eu ia a sair da carruagem do Metro e tu, talvez por seres mais velha e teres ar de azia, achaste que não tinhas que te desviar para deixar as pessoas sair.
A rapariga à minha frente fez um número de contorcionista para tu não teres que mexer uma palha. Eu não fui tão condescendente, não me desviei e deixei que as leis da física fizessem o resto. Tu sentiste o impacto, não muito grandioso, não muito violento, mas com a força necessária para te abanar um bocado e te fazer lembrar que, se calhar, deixaste o civismo em casa.

Segui em frente, mas tu achaste por bem dizer-me alguma coisa sobre o nosso encontro. Falaste baixinho, mas alto o suficiente para te fazeres ouvir.

“Sua besta”.

Sorri e continuei o meu caminho, sem me virar. É bom saber que as nossas qualidades são reconhecidas. Às vezes é tudo o que é preciso para o dia correr melhor.

14 comentários:

  1. Muito bom, Mak.

    Eu tenho a minha versão CP: " Ah não te desvias para eu sair minha grande vaca, então leva lá comigo e com os sacos do continente em cima!!!!"

    ResponderEliminar
  2. Eu deixo-me enganar sempre pelo início do texto! :) GOSTO!

    ResponderEliminar
  3. Genialmente sardonico.

    A minha irma, aquela diafana criatura angelical, desenvolveu a Arte de Bem Beliscar Toda a Pernoca, rapidamente, com as pontinhas das suas garras de gaviao.

    maria s

    ResponderEliminar
  4. gosto especialmente quando eu estou a sair e começam logo a entrar. força nos cotovelos e siga para bingo.

    ResponderEliminar
  5. De besta a bestial, num passe de escrita?...
    No caso do sexo feminino a coisa torna-se mais ofensiva, ouve-se um "gorda".

    ResponderEliminar
  6. AHAHAHAHAH que bonito.

    ResponderEliminar
  7. Ai Mak... és tão bad ass.

    Queres vir tomar café comigo um dia destes?

    ResponderEliminar
  8. Era a sua a tia-avó com Alzheimer?

    ResponderEliminar
  9. Para além de mau, agora também és besta. Tás a evoluir!

    ResponderEliminar
  10. Isso é que é começar bem o dia! Parece-me é que a senhora, ao contrário de ti, não ficou tão sensibilizada com esse mágico encontro matinal.

    ResponderEliminar
  11. o meu portfolio tem alguns "porra que é bruto", mas "sua besta" está a faltar.

    ResponderEliminar
  12. hahaha, muito bom!
    Eu gosto de dar umas pisadelas, sobretudo se estiver de saltos altos bem fininhos e dizer "oops".

    ResponderEliminar
  13. Estiveste bem, queres beber alguma coisa?

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.