5.7.10

Vamos lá lançar os dados


Sei bem que com este calorzinho, vocês não têm grande cabeça para debater grandes questões do panorama actual. Com menos calor também não, com a diferença que suam menos do bigode ao fazê-lo.

Sendo assim, vou facilitar-vos a tarefa e, numa lufada de ar fresco virtual, lançar o tema:

Jogos de tabuleiro jogados por adultos, desde o simples Monopólio, Scrabble e Pictionary, até aos épicos que demoram horas valentes e nomes estranhos.
É coisa de cromos, uma interessante forma de esgrimir argumentos e descarregar emoções, algo que depois de alguns copos se torna perfeitamente plausível, desculpa para criar "clubes do bolinha", é o poker dos intelectuais ou agora não podem responder porque agora é a vossa vez de lançar os dados e está muita coisa em jogo?


Gostava de dizer que a vossa opinião é de crucial importância, mas creio que a relação que já desenvolvemos vos permite concluir que não há necessidade de ser hipócrita a esse ponto.

5 comentários:

  1. O que são "clubes do bolinha"?

    ResponderEliminar
  2. Bem, traço geral, em homenagem à banda desenhada do Bolinha, diz-se "Clube do Bolinha" de iniciativas que funcionem com o slogan "menina não entra".

    ResponderEliminar
  3. O party & company é muito bom. A parte de desenhar e da mímica corre sempre muito bem com grandes gargalhadas!

    ResponderEliminar
  4. Parece-me que jogá-los em casa é actividade morninha, sem grande sal. Não sei que dizer das alminhas que se reúnem em bares a jogar estes jogos. Se por um lado sempre se sai de casa, por outro, abrenúncio, ir para um bar jogar jogos de estratégia esquisitos, evitando a cerveja, porque tolda o pensamento? Bah.

    ResponderEliminar
  5. Ah....Jogar Risco até de manhã regado a vinho tinto...muito bom! :)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.