23.7.10

Um fim de semana no banco


Durante os próximos estarei num destes bancos, disponível para conversas idiotas, alegorias diversas e recebimento de notas de Euro legitimadas pelo Banco de Portugal.

Possuo mais de metade da minha dentição própria, por isso não abordem idosos locais por engano.

7 comentários:

  1. Vim de lá ontem.
    Evita a moreia frita, é uma verdadeira bosta.

    ResponderEliminar
  2. Olá,
    Dou-lhe os parabéns por este seu espaço. É muito interessante. Já sou seguidor e vou passar por cá mais vezes. Deixo-lhe o convite para que passe no meu blogue, o Interjeições, e seja também seguidor do meu espaço.
    Abraço,
    Escrevinhador

    ResponderEliminar
  3. Só estou a comentar porque estou interessado em adquirir o estatuto de pessoa, porque isto de ser Tomate é muito giro, é muito giro, mas ser Pessoa é outra categoria. Em relação ao post, o Rei Tomate de momento dispensa apoio psicológico, mas vai considerar a hipótese de anunciar ao povo do seu reino a oportunidade e o serviço que disponibilizas.

    ResponderEliminar
  4. Bem, boa escolha, vens para a minha terra!
    Quanto ao que Essa Besta Qualquer disse no primeiro comentario. É preciso saber onde comer, e geralmente o turista não sabe. Mas mak, n sei se conheces bem a zona, mas posso dar-te umas boas dicas!
    E até pode ser que nos encontremos numa rede de voley nessa praia junto a essa igreja!
    Rede essa que foi tema de post no meu blog.

    ResponderEliminar
  5. Já fui e já vim, mas não me queixo. Possivelmente, a besta teve o que merece ;)

    ResponderEliminar
  6. Caro Sam, não queria ferir susceptibilidades.
    Eu até sou um grande apreciador de peixe frito.
    Acontece que um acidente aparatoso no alcatrão dessa linda localidade ceifou a vida do meu companheiro. Com ele fui para todo o lado, passamos juntos dia e noite, com ele partilhei tudo o que me aconteceu, o melhor e o pior. Fomos felizes durante os dois anos e meio que estivemos juntos.
    Não era grande coisa mas era o MEU telemóvel.

    ResponderEliminar
  7. Entre a teoria do acidente e do suicídio....Dois anos e meio com uma besta a falar-me ao ouvido...

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.