21.7.10

Plástico is forever

Alguém me explica a obsessão dos velhotes com o açambarcamento de sacos de plástico? É que, onde quer que eu vá, se há sacos à borla é vê-los a atafulharem-se deles e a alambazá-los como se aquilo lhes fosse fazer milagres pela próstata ou servir para descontar na conta da farmácia.

A minha única teoria é que o plástico é quase imortal e, ao coleccioná-lo, os velhotes ambicionam ficar com um pouco da sua imortalidade. Isso ou uma extensão do síndrome "Gratuito" que afecta qualquer português com menos 8 dentes que o normal.

Estou disposto a aceitar outras opiniões e também poemas líricos dedicados à minha pessoa, desde que sejam inéditos.

14 comentários:

  1. "É só mesmo para forrar o caixote do lixo lá de casa filha", palavras proferidas pela minha bisavó após a ter interrogado acerca de tão estranha tarefa.

    ResponderEliminar
  2. As pessoas adoram aceitar coisas grátis, mesmo que seja uma porcaria do tempo da retirada dos chatos para a Índia.

    ResponderEliminar
  3. Porque são grátis e assim não precisam de comprar sacos do lixo. Na Holanda os sacos pagam-se, os velhotes levam aqueles carrinhos 2 em 1 pro super: bolsa e andarilho.

    ResponderEliminar
  4. "Lhes fosse fazer milagres pela próstata"?? A minha querida mãe, ainda hoje de manhã, depois de ter retirado seis sacos para a fruta e só ter utilizado dois, foi muito calmamente enfiando os restantes quatro, na sua mala de mão, olhando sempre para o lado contrário onde eu ia, pois se ela não me vê, eu também não a vejo. E sim, são para forrar o caixote do lixo!

    ResponderEliminar
  5. o meu blog quando for grande quer ser como o teu, assim com classe.

    ResponderEliminar
  6. o meu blog quando for grande quer ser como o teu, assim com classe.

    ResponderEliminar
  7. Eu podia dar uma de humorista ou de sarcasmo, mas como não tenho mesmo jeito nenhum deixo a minha opinião.

    Honestamente penso que, de forma inconsciente, as pessoas mais velhotas fazem isso - como outras coisas semelhantes - porque sentiram na pele o que é ser vitima da escassez. Talvez na sua infância tivessem de racionar comida, roupa, sacos de plástico - se é que os havia - e por isso tenham aprendido a aceitar aquilo que é grátis.

    Aposto que daqui a 50/60 anos isso não vai acontecer.

    ResponderEliminar
  8. as pessoas velhotas guardam tralha.
    a tralha mete-se nos sacos.
    velhos + sacos = mais tralha
    Fim de teoria.
    xD

    ResponderEliminar
  9. É para enfiarem as fraldas descartáveis, obviamente!

    ResponderEliminar
  10. Nem em coisas básicas conseguimos ser evoluidos !

    ResponderEliminar
  11. Os Tocha Pestana (esse duo tecno power romantik) têm um hino que no meu entender explica muita coisa:
    “Compra plásticU, é fantásticU, dura sempre muito mais do que tU.
    Olha o plás, olha o ti, olha o cuuuu…”

    :)

    ResponderEliminar
  12. Eu ainda sou do tempo em que as pessoas no supermercado, quando a menina da caixa olhava para outro lado, metiam uns 20 sacos dentro de outro e lá iam elas felizes de serem tão espertalhonas
    . E na altura, nem era pagos!

    Pessoalmente, mesmo sem gamar nenhum, já nem sei que lhes hei-de fazer. Por cada saco que eu despacho pa reciclagem aparecem-me mais cinco em casa.

    ResponderEliminar
  13. São como os ratos, com a diferença que duram mais...

    ResponderEliminar
  14. Referia-me aos plásticos e não aos velhotes.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.