10.6.10

Sobre golfinhos e túneis

Na Madeira há golfinhos. Ou pelo menos havia, até uma população deles dar de caras comigo ontem. COm tamanha figurinha na área, o mais certo é emigrarem para um sítio menos perigoso, tipo Berlengas ou até a Gronelândia.

Mas, mais do que golfinhos, na Madeira há túneis. Muitos túneis. Uma catrefada de túneis. E, se os mesmos fazem todo o sentido, dada a estrutura rochosa da ilha, a piada é ver que o Túnel do Marquês é coisa de meninos. Gajo que é gajo entra é em túneis para ir a sítios tipo Curral das Freiras, que só pelo nome mistura um universo de ramboiada e religião. Agora ir num túnel para as Amoreiras...

O único inconveniente é que vai um tipo a ouvir um fórum em que alguém diz que a história de passar mais férias em Portugal não chega, porque a malta quer é passar a vida a comer camarão e devia ter hábitos mais regrados e o túnel não deixa ouvir o resto.

E isso, meus amigos, não se faz a um tipo do "contenente".

2 comentários:

  1. Olha que eu não vi golfinhos nas Berlengas... só gaivotas. :P

    ResponderEliminar
  2. Nem na Madeira vi golfinhos ...
    Mak andou a passear até Porto Moniz está visto ... !?
    Mini férias?
    Várias vezes que fui até à Madeira e não consegui ir até ao Curral das Freiras :) acho que tenho pavor de buracos e precipicios!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.