17.6.10

Fill me in

Não gosto de responder a questionários, formulários e, extensivamente, preencher quizzes do Facebook e afins. Não porque me seja difícil fazê-lo, mas simplesmente porque é algo que me aborrece e enfastia.

E, pouco surpreendentemente, isso não é um problema exclusivamente meu. Lembram-se da história dos dadores de órgãos? Não, não me refiro àquele episódio em que acordaram numa banheira rodeados de gelo, sem memória da noite anterior e com uma abertura extra nos flancos? Isso chama-se roubo e não doação.

Há alguns anos, a nível internacional, para se ser dador de órgãos tinha de se preencher um formulário especificamente para o efeito. Em caso de omissão, um hospital nunca poderia utilizar o que quer que fosse. Até que se percebeu que, dada a aversão das pessoas a formulários e o seu respectivo preenchimento, todos sairíamos a ganhar se o processo fosse invertido.
Vai daí, a regra mudou e, hoje em dia, só quem preenche especificamente um formulário a dizer que não deseja ser dador é que tem o estatuto de “não dador”.
Como devem calcular, o número de dadores aumentou exponencialmente.

Vai daí, não contem com a minha argúcia e disponibilidade mental para embalar nesse tipo de regabofe (já não estou a falar dos órgãos, atenção, para isso estou sempre pronto). Mas, porque sou escumalha do pior, resolvi inverter a tendência e lançar uma macacada diferente.

Eu escrevo para vocês:

O filme favorito do Mak é:
Se um dia o Mak escrevesse um livro seria sobre:
A melhor qualidade do Mak é:
O maior defeito (apesar de não existir) do Mak é:
Em três palavras o Mak define-se como:
Se o Mak fosse uma personalidade nacional (mais ainda) seria:


Vocês respondem por mim.

Se não preencherem, não é grave. Prefiro que me doem um rim.

8 comentários:

  1. Blade runner
    contos. pequenos
    discreto
    ________________
    mak, mau e vilão
    da oposição

    ResponderEliminar
  2. filme: a barbie e o quebra nozes
    livro: monelhos de cavelo
    qualidade: modéstia
    defeito: ser tão sensível
    3 palavras: Mak O Mau
    Personalidade: Mário Soares

    ResponderEliminar
  3. Filme: One Flew Over the Cuckoo's Nest
    Livro: Diary of a Madman
    Defeito (se existisse): ser louco*
    Qualidade: não saber que o é
    3 palavras: LA LA LAND
    Personalidade (mais ainda): Odete Santos

    Agora vou ao facebook saber quantos camelos valho.

    *takes one to know one ;)

    ResponderEliminar
  4. Filme favorito: Saga Guerra das estrelas ou porcaria do género.
    Livro: As suas aventuras amorosas.
    Qualidade: É divertido.
    Defeito: Tem a mania.
    Três palavras: Inteligente, sarcástico, honesto.
    Personalidade: Mas tu já és!! És o Mak, o Mau.

    ResponderEliminar
  5. filme: pulp fiction
    livro: as aventuras de Mak, o Mau na blogosfera (contos)
    qualidade: inteligência e sentido de humor (vá, 2 qualidades, ah? estou uma mãos largas)
    defeito: “eu sou bom” (defeito ou constatação, depende do ponto de vista) :)
    3 palavras: inteligente, mordaz, divertido
    personalidade nacional: Zeze Camarinha não pode ser porque esse é muito burrinho. ok, Ricardo Araújo Pereira

    ResponderEliminar
  6. Filme: Shining
    Livro: Elogio da Loucura
    Qualidade: Loucura
    Defeito: Vaidade, que pela-se por ver o pessoal louco a cogitar sobre a sua pessoa
    3 palavras: Poder de persuasão
    Personalidade Nacional: Manuel Subtil

    ResponderEliminar
  7. Filme: um qualquer de qualidade muito duvidosa
    Livro: sarcasmo para totos
    Qualidade: o teclado do pc
    Defeito: teimosia (em nao tomar os comprimidos)
    3 palavras: um perfeito anormal
    Personalidade Nacional: o silvio berlusconi portugues

    ResponderEliminar
  8. Queres o esquerdo ou o direito?

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.