3.5.10

Um bom mau bom filho

A minha mãe tem uma coisa absolutamente deliciosa que a torna única e especial, vulgo eu.
Toda a gente sabe que as mãezinhas, por mais crápulas que os seus rebentos sejam, vêem neles pequenos génios, aspirantes a santos ou anjos na terra. A minha, pessoa bem formada, não é excepção.
Aliás, tem os meus predicados em tamanha conta que, mesmo que eu espanque uma freira à sua frente, não deixarei nunca de ser o seu pequeno Mak.

Serve este interlúdio para dizer que, neste Domingo de Maio que lhe foi consagrado, apesar de achar que o facto de lhe lembrar que sou seu filho já era prenda suficiente, o destino quis que lhe proporcionasse uma extravagância.

Ao princípio da noite, ao passar por um ecoponto, reparei em vários caixotes de ramos de flores pousados ao lado. Abandonados ou uma homenagem às mães da rapaziada do saneamento municipal? Não sei, porque não li o cartão, mas fui rápido o suficiente para me afinfar a dois belos ramos.
Passei, uma vez mais, por casa da minha mãe. Ver-me duas vezes num só dia já é prenda de Dia de Mãe e de Natal, porque este é quando eu quiser. Agora, juntem-lhe flores.

"São muito bonitas"
"Pois são"
"Não devias ter gasto o dinheiro"
"Não gastei"
"Então?"
"Trouxe-as do lixo"
"Oh, sempre a brincar"
"A sério, estavam no lixo"
"Ai, ai, ai, nem hoje és capaz de responder direito"
"É a verdade"
"A verdade, a verdade é que não devias ter gasto o dinheiro"

Desisti.
As mães têm sempre razão.

4 comentários:

  1. Já percebi a razã da vinda do papa. Afinal não veio abençoar o benfica. Veio canonizar a tua mãe.

    ResponderEliminar
  2. Já por mais de uma vez, malucos tentaram apanhar a minha mãe na rua.

    Pensaram que era uma beata...

    ResponderEliminar
  3. O meu marido uma vez enfiou um testo tão grande no meio da boca de um colega de turma, que lhe saltaram os dentes da frente e esguichou sangue por mais de meia hora.

    O meu cunhado uma vez quinou no elevador do prédio e entrou em coma alcoolico.

    A minha sogra achou que o meu marido tinha toda a razão porque o outro lhe chamou "bigodes", esse insulto monstruoso,
    A minha sogra achou que o meu cunhado estava naquele estado porque tinha entrado em hipotermia.

    Qualquer uma dessas situações podiam ter acontecido comigo, que sou assim para o arrapazada, mas garanto-te que das duas vezes tinha levado era uma tareia das antigas, para aprender.

    Conclusão:
    Só as mães dos rapazes é que são assim para o ceguinhas, acredita.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.