20.5.10

Composições

Quando eu era pequenito, no formato de criança angélica de caracolinhos irreconhecível no biltre dos dias de hoje, gostava muito de composições. Primeiro que tudo, porque eram portas abertas à imaginação e, em segundo lugar, porque me permitiam tornar a minha vida muito mais interessante. Os temas eram sempre tão previsíveis que, de antemão, já era possível pensar em alternativas muito mais entusiasmantes.

Como tenho uma memória fantástica, ao longo do dia de hoje vou mostrar-vos alguns exemplos das composições que me garantiram altíssimas e consultas periódicas no pedo-psicólogo.

Composição sobre as férias

“Gosto muito das férias. É das poucas alturas em que o papá deixa sair o avô Carlos do armário para arejar. O avô Carlos é muito caladinho mas cheira mal, mas a mamã diz que ele não tem a culpa, que é tudo por causa de ele ter morrido há quase um ano, mas o papá diz que ele fica connosco até o Sporting ser campeão outra vez.
A prima Virgínia vem sempre connosco quando vamos à praia da Cruz Quebrada e gosta de jogar às raquetes comigo. É giro e ela esforça-se muito, mas acho que se ela não fosse cega nos íamos divertir mais.

A mamã não usa parte de cima do fato de banho e isso faz-me um bocadinho de confusão. É que depois fica sempre a queixar-se que não bronzeou a barriga por causa da marca das mamas. O papá não diz nada, mas ele também não liga muito à mamã e fica o tempo todo a olhar para o mar e a ver para que lado é que a maré arrasta o avô Carlos. Depois lá vai ele a nadar buscá-lo para a areia. Diz que foi assim que aprendeu a nadar, mas agora por causa disso eu tenho medo da água.

Mas o que eu gosto mesmo das férias é que posso ter mais tempo para brincar com o meu cão Robbi. Já o ensinei a rolar, a fingir de morto e a abrir a tampa. Os meus amigos dizem que ele não é um cão, que é uma lata de cola industrial. Mas depois vamos cheirar o Robbi, ficamos contentes e já não discutimos mais.”

7 comentários:

  1. Vejo que continuas a brincar com o Robbi

    ResponderEliminar
  2. Grande composição. Nota máxima :P

    ResponderEliminar
  3. Pois, está explicado.
    Vá... agora que cresceste deixa lá o Robbi em paz.

    ResponderEliminar
  4. Já tinha apostado que os teus posts eram resultado de muita substância, mas virava-me mais para a seringa das farturas. Afinal era o "bidon"...
    Ass: SB

    ResponderEliminar
  5. Bidon não, Robbi se faz favor.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.