15.4.10

Não volto a escrever...

...posts com mais de 185 linhas.

Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.
Não volto a escrever posts com mais de 185 linhas.

Depois deste pequeno acto de contrição, já me posso voltar a bajular com o devido entusiasmo, pois desejo apenas manter um ligeiro equilíbrio entre a constatação “Este gajo escreve é demais” e “Este gajo é demais a escrever”.

10 comentários:

  1. Isso não é o acto de contrição, é uma penitência à Bart Simpson. Se quiseres eu ensino-te o acto de contrição como deve de ser. :D

    ResponderEliminar
  2. @ Branca - Prefiro "Traste", tem mais carga dramática.

    @ S - Também já estive no Ponto...de encontro, mas sobre isso já correu muita tecla.

    @ Miss - Sou tipo Obelix (especialmente no tipo de calças que uso), caí num caldeirão de pomada das antigas...

    @ Pois, de facto, não estou bem a par dos rituais exactos. O Sr. Prior sempre deu mais atenção aos putos mais pequeninos...

    ResponderEliminar
  3. O post abaixo assusta-me quase tanto como contar as 185 linhas. A minha teimosia de gaja quase esteve tentada a ir contar, mas a minha costela de macho permitiu-me ser objectiva.

    ResponderEliminar
  4. Ah, uma mente arguta em tons de rosa cueca.

    Será Mak um aldrabão ou um indivíduo com muito para contar?

    Só isso daria mais cerca de 219 linhas.

    ResponderEliminar
  5. Mak, faz um post como imaginas o Mak que eu respondo.

    (Se responder apenas o Mak é mau é a minha costela de gajo novamente a cair no sintético)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.