22.4.10

As crianças e o melhor do mundo

Estava a olhar para o lago quando ele veio a correr até ao pé de mim e, ainda com a respiração ofegante, puxou-me um braço e disparou:

- Paiiii, porque é que há senhores que vêm para o parque com cães e não com meninos.

Sorri. Os miúdos são mesmo assim. Continuava a olhar para mim fixamente, como que a exigir resposta.

- Bem, porque os cães são tão bons como as crianças para conhecer senhoras. Elas normalmente gostam tanto de um como de outro.

Fez uma careta, como se eu tivesse dito algo feio.

- Oh paiiii, foi assim que conheceste a mamã??

O sacaninha era esperto. Mas eu também não me fico atrás.

- Não, não foi. A tua mamã trabalhava num sítio a dançar...

- Que giroooo. Era uma princesa?

- Não exactamente. Trabalhava num sítio onde não entram nem cães, nem meninos, nem outras senhoras que não trabalhem lá a dançar. E, para além de dançar, a tua mamã também tirava a roupa, como tu, quando tomas banho. Foi assim que eu a conheci.

Fez-me outra cara feia, de olhos semi cerrados.

- A mamã disse que era uma princesa...

Baixei-me para ficar frente a frente com ele.

- Bem, chamavam-lhe Lady... Não fiques triste, ela só fez isso porque precisava do dinheiro. E agora, vamos falar de coisas sérias. Não trouxeste os óculos, pois não?

Baixou a cara e acenou um não meio sumido.

- Sabes bem porque é que não deves sair de casa sem eles não sabes?

- Sim....porque quando for crescido depois não vou ver as coisas bonitas.

- E não só – Peguei-lhe no braço e virei-o para um senhor que já estava a olhar para nós há algum tempo – Porque assim não me confundes com o teu papá, que é aquele senhor lá ao fundo que não tarda nada pensa que eu sou da Igreja.

O miúdo saiu a correr.
Eu continuei a andar. É bom contribuir para a educação das crianças.

19 comentários:

  1. Que texto tão querido e com um final hilariante! Adorei!

    ResponderEliminar
  2. A tua mente é tortuosa :)

    ResponderEliminar
  3. Tão feio mentir ás crianças. Estou a falar da parte em que lhe disseste que no sítio onde conheceste a mãe dele não entravam outras senhoras que não se despissem também...
    beijos

    ResponderEliminar
  4. És tão mau pá. Mas esse humor negro é fantástico.

    ResponderEliminar
  5. Por momentos senti um aperto no coração. Ninguém merece crescer com um pai como tu. Depois admiram-se que levem uma facadas. Olha o outro de Aveiro que matou os pais...

    ResponderEliminar
  6. ahahahahah o que eu me ri com isto. Fantástico!

    O puto ficou traumatizado.

    ResponderEliminar
  7. @ Blondie - Eu próprio trato os meus textos por fofuras.

    @ Sónia - Sempre me achei um demente brilhante.

    @ HighHeels - Há que guardar algum mistério para quando a criança crescer. Não podia revelar logo tudo...

    @ S - Se não fosse o racismo, o meu humor já tinha programa de televisão...

    @ Miss - Vê lá se o aperto no peito não é do colesterol... As crianças adoram-me, vêem em mim uma versão delas com barba. (Não andando muito longe da verdade)

    ResponderEliminar
  8. Eu não acho nada bem! Agora o pai vai ficar todo confuso, a pensar que o filho viu a despedida de solteiro dele...

    ResponderEliminar
  9. Concordo contigo, há que contribuir para a educação as crianças. Através dessa história a criança ficou a perceber que não se deve esquecer dos óculos...

    ResponderEliminar
  10. Mak estás de parabéns sem dúvida!!! Graças a ti o miúdo nunca mais se vai esquecer dos óculos, e mais, abriste-lhe os olhinhos míopes de que a mamã não é nenhuma princesa e que o pai é um traste, deixou-o sózinho a conversar com um desconhecido! Essa conversa ficará vita-eternam na memória do puto!
    Catano homens como tu já não se fazem!!!

    ResponderEliminar
  11. Já aprendi com o ultimo... agora já sei que há sempre um twist final.

    Já sei, já sei!

    ResponderEliminar
  12. Estou com medo ! Se algum dia o Mak decide procriar é pior que Rosemary's baby !!!!

    ResponderEliminar
  13. Deixem-se de merdas! As criancinhas devem começar logo a ser preparadas para a vida! Cambada de mariquinhas!!!... os que escrevem aqui e as fornadas de putos de agora! Bahh! Abaixo as teorias psico-modernas!

    ResponderEliminar
  14. Eu já devia saber que ía acontecer alguma coisa antes do final do texto, mas não, deixei-me ir na história, tou pior que o miudo

    ResponderEliminar
  15. Podias propor um plano curricular à Ministra da Educação...

    ResponderEliminar
  16. Estilo "Uma Aventura no Casal Ventoso" ou "Uma Aventura no Clube de Swing"?

    ResponderEliminar
  17. Miss: Saudades para o Tojó, que já é jurista.

    Eu ia mais para o "Triângulo" Jota - sempre estabelece o "tom de discurso" e prepara as mentes mais incautas.

    ResponderEliminar
  18. Mak, e este "Uma aventura no Clube de Swing do Casal Ventoso"? Acho que ficava melhor...

    ResponderEliminar
  19. olá tenho 8 anos e o meu Pai mandou-me lere o biloge do Mak ;)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.