9.11.09

A prática da relatividade




A relatividade é uma das grandes invenções da humanidade. A começar pela sua teoria, que permitiu a um dos gajos com pior penteado da história das ciências, granjear fama e prestígio eterno, já que ainda hoje o merchandise do Einstein continuar a dar lucro como se não houvesse amanhã.

Mas, afinal, a relatividade é assim tão boa? Isso, jovens que ainda estão a limpar as ramelitas dos olhinhos papudos, é como a palavra indica, relativo. O brilhantismo da relatividade, tanto em teoria como em prática é que quase tudo o que vivemos ou experienciamos pode ser relativizado. Mesmo aquilo que dizemos que não pode.

Ninguém acorda e diz “Epá, sim senhor, hoje sinto-me relativo”, porque a relatividade em si não é um fim, é um meio. Veja-se o exemplo:

Eu posso ter a sensação que até sou um gajo culto. Relativamente a um burgesso que passa o dia na taberna serei até um génio.. Mas, em relação a um génio, daqueles fraquinhos vá lá, eu sou o gajo da taberna.

Isto aplica-se a mim, aplica-se à mulher que pergunta se está bonita, a uma catástrofe em que morrem 5 mil pessoas ou, pior ainda, a este blog. A não ser que vivamos num casulo ou tenhamos uma visão da vida em que só nós é que contamos, tudo pode ser relativo.

Mas, atenção, tal como o tio do Homem-Aranha lhe disse quando o gajo começou, literalmente, a trepar às paredes “Atrás de um grande poder, vem uma grande responsabilidade”. Por isso, há que relativizar o uso da relatividade. Se relativizam tudo sem ponderação, vão ser uns bananas que não apreciam nada, nem têm personalidade. Se não relativizam nada, vão ser uns mártires, pois sofrem e vêem tudo numa perspectiva extremista máxima.

Por isso, não têm de ir ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro, para esta dica de preço baixo – Relativizar é bom, dependendo da sabedoria de quem relativiza.

Se não acreditam, olhem para o Einstein. O sucesso da sua teoria está à vista. O do seu penteado, é relativo.

5 comentários:

  1. E qual é que é o problema de ser gajo da taberna? ;)

    ResponderEliminar
  2. Ao contrário do cabelo do génio, o blogue do gajo da taberna é relativamente bom.

    ResponderEliminar
  3. @ AMC - Ficas mais sensível à luz do Sol ;)

    @ Pipoca - É dos melhores blogs de analfabetos que tenho visto ;)

    ResponderEliminar
  4. cada vez tenho mais a certeza (absoluta) de que gosto de aqui vir.

    ResponderEliminar
  5. Também os vampiros, e isso hoje em dia não é impeditivo de uma vida social activa..:)

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.