24.11.09

O ABC da Vida – Saber cair


Sempre que alguém cai num lugar público, quer seja de um escadote, de bêbedo ou do nada, há sempre alguém que se ri. Isto é uma daquelas leis inexoráveis (bónus por palavra cara) da vida, tão certa como este ser um dos cinco melhores blogues do mundo, na categoria imbecilidades a la carte.

Como a queda nessas circunstâncias não depende da vontade de quem cai (não desanimem público suicida, a vossa vez há-de chegar), interesssa abordar então o que fazer depois de cair.

Uma das tendências sempre na moda é o “Não foi nada”. Crianças, graúdos, mulheres voluptuosas, todos eles tendem a levantar-se num ápice, mesmo com fracturas expostas, dizendo “Não foi nada” e afastando-se a coxear ou a limpar o sangue da cabeça. Não incluí os idosos porque estes não se levantam, ficam apenas sentados a dizer....”Não foi nada”.

Este é o padrão comum. Há também o “Ronhas”, que fica deitado à espera que alguém chame uma ambulância para não ir trabalhar, chegando até a simular traumatismos vários para levar isso a cabo. Temos ainda o “Risadas”, que pensa que se se rir mais alto que toda a gente isso apaga o facto de estar com as trombas numa poça de lama ou que cueca verde-choque faz sucesso em qualquer avenida movimentada. Há ainda o mais recente “Spielbeg”, que espera sempre para ver se estão a filmar para poder dizer que foi de propósito e que é para os vídeos da semana.

“Mas, farol que ilumina os nossos nebulosos dias cibernéticos, há uma fórmula certa para saber cair?” perguntam vocês, enquanto atam uma almofadinha ao rabo, não vá poderem cair enquanto estão sentados.

Não.

A gravidade é uma lei, das poucas que somos mesmo obrigados a cumprir. Fora isso, posso apenas sugerir-vos terem mau aspecto, cerca de 1,85m e um ar de quem tem dificuldades em discernir o bem do mal. Em geral, resulta comigo.

4 comentários:

  1. Cais de mais 5 cm que eu... De resto é básicamente a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  2. É menos grave do que quando cais da rocha...

    ResponderEliminar
  3. Este blogue é o máximo!
    Vou voltar de certeza para rir mais um bocado ;D

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.