27.11.09

Espécies com Via Verde para a extinção

Como já fiz questão de referir umas quantas vezes, sou defensor de grande parte dos animais que existem. Neste lote não se inclui a chusma de gente vestida de animais/bonecos gigantes em festas e eventos para gente adulta que vou vendo por aí. A esses dava-lhes sumiço mais rapidamente que um panda consegue dizer “bambu”.

Não me refiro obviamente à bicharada que anima a Disneyland e outros parques temáticos afins, porque no domínio das crianças acho importante que aprendam rapidamente que as grandes bestas também podem ser divertidas. Só assim encararão a vida adulta com mais tolerância.

Mas, eventos em que bonecos temáticos tentam interagir com convidados ou mostrarem-se divertidos e foliões em locais com bebidas alcóolicas ao alcance de qualquer um, não me parecem grande ideia. Por mim falo, porque há gente que delira com um abracinho ao boneco, uma pancadinha amistosa aqui ou ali e por aí em diante.

Ora eu, que não tenho nenhuma fobia de infância com semelhantes personagens, só sinto dentro de mim uma certa irritação maldosa. A vontade de dar uma carga de porrada num boneco, algo que não sei se é punível por lei, já que o meu alvo primário é o personagem e não o tipo que lá meteram dentro.

Vou-me contendo, é certo, ainda ontem passaram por mim vários sapos que ficaram a um passo de levarem não um beijo, mas sim umas simpáticas biqueiradas.

Acham que tenho problemas e preciso de ajuda?
Só se os bonecos forem muitos...

9 comentários:

  1. E as pessoas que ainda hoje tiram fotografias no Parque das Nações com o boneco Gil, lambido de gel e irritante? Medo...

    ResponderEliminar
  2. No outro dia fui ao Festival BD da Amadora e tive de me andar a desviar de todos os bonecos que andavam por lá. Que chatice. Isso e palhaços. Também os mandava para o espaço.

    ResponderEliminar
  3. é pena não teres feito nada, sempre tinha animado os prémios Sapo...;-)

    ResponderEliminar
  4. Fui ao palco, já não foi mau. Mas não apanhei nenhum Sapo a jeito para lhe afinfar uns golpes.

    ResponderEliminar
  5. Eu, uma pessoa opinativa e de moral dúbia, também não gosto desses bonecos. São uns hipócritas. Com aquele sorriso que não engana ninguém... uns hipócritas!

    ResponderEliminar
  6. Eu acrescentava os palhaços, também não os suporto...

    ResponderEliminar
  7. Um Theme Park com bonecos de figuras políticas e que distribuísse tacos de baseball á entrada.

    Now, that's a winner.

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho de admitir que não consigo ter uma visão tão negativa... Já há uns anos, lembro-me de ver um homem num fato de Hamburger e de ter reparado que teria mais de 30 anos e de ter pensado 'coitado do senhor, que voltas terá dado a vida dele para andar aos 30 dentro de um fato de hamburger a distribuir folhetos...'

    ResponderEliminar
  9. Pode parecer surreal, mas devo ser das poucas pessoas que já maltrataram efectivamente um boneco desses (por acaso até era um sapo, não o da internet, mas um de um parque aquatico do Algarve). Tive uma adolescência conturbada...
    Na altura teve piada, ainda mais ver o Sapo em fuga atabalhoada para dentro dos escorregas. Mas contas feitas, no final não compensa os remorsos de maltratar um desgraçado qualquer cujo emprego é tar vestido de sapo à beira da estrada , com 28 graus, a fazer adeus aos carros.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.